Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

Como agir como homem: não reclame

Imagem
Um dos principais motivos pelos quais os homens perderam a força nos dias de hoje é por terem criado o péssimo hábito de reclamar.

Sempre que conversamos sobre figuras masculinas do passado nós ouvimos histórias impressionantes sobre homens que viveram e trabalharam em péssimas condições, em geral criando uma dezena de filhos na roça, e mesmo assim conseguiram viver. Já notou que todas as histórias de antigamente são parecidas? Sim, porque os homens eram parecidos. Naquela época o governo talvez nem lhes dessem saneamento básico, ou energia elétrica, quanto mais bolsas e recursos financeiros. Mas em todas essas histórias, nós não conseguimos enxergar a figura de um homem reclamão. Ficasse ele reclamando de sua vida e seus dez filhos teriam morrido de fome.
Mas não morreram. Eles sempre conseguiram superar os problemas agindo como homens.
Com o advento da internet e massificação dos meios de comunicação é muito fácil você gastar horas do seu dia reclamando e postando fragmentos de fras…

Coisas que você precisa aprender: agir como homem

Imagem
Este artigo é o primeiro de uma série de posts onde vou despejar na sua cara imunda algumas verdades que o farão crescer como homem e entrar no nosso seleto time de homens íntegros ou vai te fazer ficar com raivinha de mim por você ser um tanga frouxa que se recusa a mudar (o que se for o caso para mim é um ótimo negócio já que você não continuará lendo o meu blog).
Aviso: antes de começar no assunto, esteja avisado que a partir de agora estou adotando escalas de virilidade para meus artigos. Isso quer dizer que você saberá de antemão se o texto tem uma abordagem mais intelectual e reflexiva ou se eu vou meter o pé no seu peito.
Faço isso pois há muitos paspalhos cretinos que acham que estou pegando pesado nos textos e que gostam de artigos estilo chá de camomila. Como já estou careca por conta desses vagabundos, a partir de agora eles poderão saber desde o começo do post se vou PEGAR PESADO e arrebentar fuças ou se vou escrever com um convite à reflexão, de modo que os bund…