Como ser respeitado - Parte 2: IRMÃOS

Ter irmãos é uma das poucas coisas na vida que faz você alternar entre amor e ódio praticamente todos os dias (outra delas talvez seja o casamento). Entre irmãos existe uma linha extremamente tênue entre a aporrinhação e a diversão, com direito a brigas épicas por território e muita pancadaria.

Ao passo que irmãos são companheiros de plantão, são também irmãos mais velhos metidos a "pais", irmãzinhas birrentas e irmãos menores que pegam tuas coisas e enterram ou jogam pro cachorro comer. Vou citar aqui algumas dicas de como ser respeitado pelos seus irmãos e como fazer que seu irmãozinho pare de mijar na tua cara.

1. Não seja pai de seus irmãos menores

A principal dica para ser respeitado pelos seus irmãos menores é não agir como o pai deles. Se você quer ser visto como um irmão mais velho otário, arrogante e retardado, banque o "segundo pai". Irmãos menores esperam que o irmão mais velho seja um companheiro resolvedor de problemas e não um imbecil metido a disciplinador. Quando fazem merdas ou precisam de conselhos, eles querem tua ajuda e não tua repreensão, pois se quisessem isso recorreriam aos pais. Irmãos mais velhos que bancam o "pai" são desrespeitados porque não possuem moral para isso e acabam sendo vistos como paspalhos esquisitões. É claro que isso não significa que você deva ser um cordeiro. Ajude seus irmãos a resolverem seus problemas, e DEPOIS leve o caso aos pais (apenas se necessário) ou dê alguns conselhos mais fortes. Caso não tenha problemas em não contar o ocorrido aos seus pais, não conte. Ninguém gosta de dedo-duro, e um irmão mais velho que ajude a resolver os problemas sem surtar como uma mulher histérica será bastante respeitado.

2. Evite aporrinhar seus irmãos mais velhos

Irmãos mais velhos são chatos por essência. E você também seria se tivesse um pivetinho cretino mexendo nas tuas coisas toda hora e te enchendo o saco pra emprestar teus eletrônicos e objetos favoritos. Se quiser ser respeitado por eles não invada o território, e quando quiser algo, pergunte como conseguir um ao invés de pedir o do seu irmão. Escolha pra falar com eles quando estiverem menos concentrados e mais descontraídos.

3. Competição é bom, mas não seja um otário

Competição entre irmãos é algo normal e biológico. Assim como mamíferos recém-nascidos brigam pelas tetas da mãe, é normal que vocês briguem por merdas do tipo atenção e espaço. Mas se quiser ser respeitado pelos seus irmãos, jogue limpo nas disputas. Não faça apelações do tipo mentir aos pais sobre ele, contar algum segredo que lhe foi confidenciado anteriormente ou dedurá-lo como uma velha fofoqueira. Também fique atento para não cair no ridículo com disputas imbecis. Um marmanjo barbado disputando atenção da mamãe e perguntando quem é o preferido do papai feito um merdalhão nunca será respeitado. Mamar nas tetas da mãe é coisa de criança de colo e não de irmãos crescidos que querem ser respeitados.

4. Caso seja fraco, demonstre força

Irmãos fracotes são sempre os mais desrespeitados. Isso significa será necessário você entrar com artilharia pesada caso você seja um deles e seu irmão(a) jogue sujo, para que ele veja do que você é capaz. Correr para o colo da mamãe é a solução mais fácil, mas também é a mais humilhante e desrespeitosa para você. Desenvolver habilidades, formar opinião, cuidar melhor de si, ser bem sucedido em algo, cagar e andar quando ele estiver querendo lhe irritar, etc, surtem efeito muito mais positivo para angariar respeito do que ir chorar no colo do papai. Resolver problemas cabeludos também é uma ótima demonstração de poder. Não fique parado feito um verme aceitando humilhações. Reaja.


5. Não fique perto de seus irmãos o tempo todo

Existe um sábio provérbio que diz: "Teu pé seja raro na casa do teu próximo, para que ele não se enjoe de ti e te odeie". Muitos acham que para conquistar o respeito dos irmãos é preciso ser um "irmão presente", daqueles bem bundões e irritantes. Errado, quanto mais ausente você for, melhor. Isso mesmo. Não fique aporrinhando seu irmão a todo momento sobre o que ele está fazendo, com quem está saindo, o que está jogando, etc. Também não fique passando atrás dele no PC quando ele estiver usando ou dando opiniões sobre como vencer nos jogos, a não ser que queira levar um soco na cara. Deixe que ele lhe chame ou peça opinião. É claro que isso não significa que você vá ignorar seus irmãos. Mas deixe para falar com eles quando estiverem de bobeira, quando lhe chamarem ou quando você realmente precisar de algo. Sua presença será muito mais valiosa e agradável do que se ficar grudado neles o tempo todo.

6. Na dúvida, cair fora é sempre o melhor remédio 

Seu irmão mais velho está bancando o "segundo pai" irritante? Caia fora. Sua irmãzinha está enchendo o seu saco só pra ver fumaça saindo das tuas orelhas? Caia fora. Sua irmã acordou de TPM e apontou uma mira para a tua cara? Caia fora. Seu irmão mais novo não para de aporrinhá-lo perguntando porque o céu é azul e porque o cocô do cachorro ás vezes fica duro e branco? Caia fora. Se você se ausentar nos piores momentos ao invés de brigar inutilmente, comunicará subliminarmente aos seus irmãos que está indisponível nos piores momentos, e que se eles quiserem que você seja acessível, é preciso que colaborem.

7. Ocupe-se

Irmãos vagabundos sempre são desrespeitados, especialmente se forem os mais velhos. Já os que possuem diversas atividades são os mais respeitados e admirados. Não fique com o rabo colado na cadeira do sofá o dia todo falando merda como um velho resmungão e comendo Doritos. Vá estudar, vá até a praia ou parque, coloque uma cesta de basquete em casa, invente um jogo, vá jogar futebol de rua etc.

8. Evite a cretinice quando estiver com amigos

Muitos irmãos (especialmente os mais velhos ou influentes) se tornam verdadeiros cretinos quando estão com amigos. Começam a zuar os irmãos menores, tirar sarro, deixá-los pra escanteio, provocá-los para vê-los bravos e irritados, humilhá-los etc. É claro que seus amigos, como qualquer covarde, irão adorar inferiorizar e mexer com alguém indefeso. Se quiser o respeito de seus irmãos, nunca entre na pilha dos seus amigos bundelhos. Família é sempre o mais importante e se você deixa seus amigos pisarem no pescoço do seu irmão(a), está deixando eles pisarem em você. Se você é o irmão mais velho, surpreenda seu irmão mais novo chamando-o para alguma atividade com você e seus amigos sem ele esperar. Isso vai ficar marcado nele e vai começar a te olhar com mais respeito e admiração. Mas faça isso raramente, pois se fizer sempre ele vai se empolgar e começar a te torrar o saco.

9. Cuide deles, mesmo que não percebam

É clichê dizer isso, mas sua família é o seu maior bem. É mais provável que seus amigos sigam seus caminhos na vida e nunca mais lhe vejam do que seus irmãos. É mais provável que seu melhor amigo cague e ande pra você com o passar do tempo do que seu irmão. Apesar de tudo, seu sangue também corre nas veias deles e vocês precisam ser parceiros. Embora você não deva bancar o segundo pai presente e irritante, não deixe de cuidar de seus irmaõs. Entenda as fases da vida deles e tente tornar as coisas mais agradáveis mesmo que eles não percebam. Não há problema algum em intervir em defesa dos interesses deles com os seus pais ao invés de bancar o egoísta. Nem tudo na vida se faz apenas esperando aplausos, retorno ou reconhecimento. Muitas vezes fazemos simplesmente porque é o certo a se fazer. Um irmão capaz de desenvolver essa visão certamente será muito respeitado.

Na próxima parte da série, falarei sobre como lidar com parentes imbecis. Tias barraqueiras que te zoam, cunhados vagabundos, primos cafajestes, primas piriguetes, sogras que te olham com desconfiança, etc.

Cadastre-se abaixo para receber as próximas partes direto no email sem se preocupar.

Fique ligado! Cadastre-se e receba os próximos posts via e-mail. É grátis!

Número de emails cadastrados: fellow readers

Comentários

  1. "Nem tudo na vida se faz apenas esperando aplausos, retorno ou reconhecimento. Muitas vezes fazemos simplesmente porque é o certo a se fazer."

    Excelente Doutrina

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvida, um dos melhores texto, não só do blog, como de tudo que li!


    Excelente Doutrina[2]

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Doutrinador!
    "Nem tudo na vida se faz apenas esperando aplausos, retorno ou reconhecimento. Muitas vezes fazemos simplesmente porque é o certo a se fazer."

    Esta frase me tocou profundamento assim como deve ter tocado com quem escreveu o primeiro comentário
    Excelente série de artigos, tem me ajudado muito.
    Muito obrigado grande homem!

    ResponderExcluir
  4. aguardando ansiosamente os outros posts.. parabéns mano.. excelente blog.. muito bom mesmo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas que você precisa aprender: agir como homem

Mulheres rodadas: DIGA NÃO

Mangina - O que é? - Parte 1