Como vencer a timidez: o guia de virilidade - Lição 4 (Final)



Lição 4 - Dicas poderosas e infalíveis
por Sheik e Doutrinador


Atenção: Não adianta querer ser mais sociável só com as mulheres, porque vai parecer que você está forçando e ela vai notar de cara seu interesse romântico nela. Assim treine, antes, ser sociável com todo mundo, idosos, senhoras, vendedores(as), o pipoqueiro, etc.


Dicas para se tornar mais sociável no geral



- Pergunte as horas pras pessoas na rua (homens e mulheres)
- Pergunte endereços, horário de ônibus, etc.
- Fale bom dia/tarde no trabalho pra todo mundo, seja a mulher do cafezinho ou alguém que entrou no elevador.
- Pratique alguns comentários na frente do espelho
- Junte-se a um grupo que desenvolva atividades do seu interesse. O interesse não é conhecer mulheres, mas sim aprender a se socializar mais.
- Seja voluntário em um grupo cuja filosofia você respeite, como uma organização comunitária.
- Freqüente palestras ou participe de cursos.
- Antes de reuniões ou encontros importantes faça uma caminhada, leia ou relaxe em um local tranqüilo.


Andando na rua


- Após estar mais tranqüilo e já consegue perguntar coisas a estranhos sem ficar ansioso, está na hora de tecer pequenos comentários. “Caramba, o dia está quente hoje!”
- A próxima fase é dizer "oi/olá" para uma mulher desconhecida, até não ficar mais ansioso. Alguns podem dizer que isso é encher o ego, mas para um tímido dizer Oi/olá sem ficar tão ansioso já é uma vitória. Uma observação: fale oi/olá quando tiver passando por uma mulher, mas nunca olhe para trás pra ver se ela olhou ou não. O objetivo não é ver se teve efeito ou não e nem se ela responde ou não, provavelmente 99% delas nem vão responder e nem olhar pra trás, mas isso faz parte do seu processo interno.


Reações das pessoas

Você está numa parada de ônibus ou fila do banco e pergunta comenta algo vago ou uma pergunta aparentemente informativa e necessária. Exemplo: “você sabe que horas esse ônibus passa?”, “você esta há muito tempo no ponto?”, “nossa, a fila hoje está maior do que o normal” etc. A reação da pessoa pode ser de três naturezas: 

1- A pessoa te ignora ou responde por educação como se sentisse repulsa da sua presença. Às vezes a pessoa pode estar distraída e nem te escutou ou ela pode ser uma pessoa narcisista e arrogante. De qualquer forma você pode ignorar e perguntar para outra pessoa. Se for uma mulher e ela foi mal educada e ignorante você pode responder assim: “olha, só queria saber se aqui passa tal ônibus, não estou interessado em você não!” Sua resposta deve expressar calma e naturalidade, apesar do seu estado interno. Se a raiva for explícita, a garota não terá dúvida alguma sobre a eficiência do seu desprezo para com você. 

2- A pessoa é educada, mas fria. Partindo desse comportamento, não se dirija mais a ela. Se for uma mulher e ela tivesse algum interesse em você aproveitaria essa “brecha inicial” para iniciar um assunto ou ser mais receptiva. 

3- A pessoa se mostra extremamente receptiva. Nesse caso se for uma mulher, mantenha o diálogo sem se comportar como um paspalhão empolgado. Porém, nesses locais, as ditas “perguntas triviais” (nome, profissão, onde mora, etc) podem ser feitas a qualquer momento sem quaisquer preocupações; só não é aconselhável iniciar o diálogo primeiramente utilizando uma dessas perguntas, pois você parecerá um psicopata em série ou um pervertido do ônibus das 23hs.


Dicas para festas

- Aja como se fosse um introvertido confiante. Imagine-se tendo uma aparência serena e um ar de segurança. Lembre a si mesmo que, embora possa estar se sentindo nervoso, você parece calmo. No início é difícil, e você pode se achar estranho, mas a questão não é virar um extrovertido, mas sim se sentir seguro e confiante.

- Faça contato visual com alguém e aproxime-se de um grupo. Ouça o que as pessoas estão dizendo, então quando surgir uma oportunidade faça comentários e acrescente suas próprias idéias.

- Depois de alguns minutos mude para outro grupo.

- No começo será desconfortável mesmo e pode surgir medo de se aproximar.

- Quanto mais agir “como se fosse” seguro de si, ma confiante se tornará.

- Use um acessório pra chamar atenção e tenha uma história interessante pra contar sobre isso. Isso tira um pouco o foco de você e transfere para o objeto. A galera da ala PUA chama isso de peacocking, mas não precisa ser exagerado. 

- Olhos nos olhos da pessoa que tiver conversando. 

- Pra aumentar seu vocabulário não-verbal você pode experimentar levantar as sobrancelhas (pra dizer Nossa é mesmo?), piscar (Uau!) ou arregalar os olhos (Você estar brincando).

- Os introvertidos se concentram internamente e quase sempre podem ter rostos inertes, inexpressivos e sisudos. Assim, a falta de expressão pode ser pouco atraente. Mas também se abrir todo e ficar sorrindo demais vai parecer que você é um tonto ou até intimidar mulheres mais tímidas que você. Então, sorria a princípio com os lábios fechados. Depois se tiver mais a vontade com alguém, você pode mostrar os dentes;

- Antes de ir pra festas leia um jornal, assista TV ou um filme pra você ter assuntos pra uma conversa. Mas se chegar em um grupo onde tenha uma conversa já rolando, faça uma pergunta sobre o tema em discussão, não mude o assunto ao chegar em um grupo.

- Decore e treino no banheiro antes de sair de casa frases de abertura. Treine se apresentando, falando sobre você, fazendo perguntas, etc.

- Decore frases de sustentação da conversa como: “Do que você mais gostou nesse filme?” “o que você achou daquilo?”, “O que você sentiu quando ganhou isso?”, etc.

- Aprenda a direcionar a conversa para áreas que você domine. "Você disse que era professora, que série você dá aula?" 

- Não fique muito tempo conversando com a mesma pessoa, no máximo 20 a 30 min. Você pode falar: “Detesto terminar uma conversa legal, mas vi um amigo/amiga ali e preciso falar com ele/ela”. Não se preocupe você pode voltar a falar com ela depois de novo. Ou você pode pedir o telefone ou e-mail dela “Adoraria se pudéssemos nos encontrar para um café. Posso te ligar ou te mandar um e-mail?” 

- Nunca saía de um grupo ou com uma única pessoa sem falar nada. Mas seja curto e simples. Treine em casa algumas falas como: “Preciso de outro drinque, com licença”. “Estou gostando da conversa, mas vi meu um colega do trabalho ali e gostaria de comprimentá-lo.”. “O banheiro é ali? Obrigado.” 

- Se sentir muita ansiedade durante a festa, respire fundo algumas vezes. Vá ao banheiro ou encontre um local só pra ficar observando. Depois dê uma volta no ambiente cantarolando sem abordar ninguém só pra relaxar.

- Decore falas pra se despedir quando tiver vontade de ir embora, por exemplo “estou cansado, tenho que acordar cedo amanhã, mas a festa estava muito boa, a gente se fala”


Dicas para encontro com mulheres

- O primeiro encontro deve ser curto. Tipo ir tomar um café ou fazer um lanche. Sugira um horário de início e de término. Nada de sugerir motel logo de cara, você é muito cabaço pra isso ainda.
- Revele informações pessoais na mesma medida dela, ou menos. O mistério é seu aliado, mas não seja um imbecil arrogante, deixe a conversa fluir.

- Vá ao banheiro se tiver se sentindo ansioso ou agitado, pra se acalmar. Atenção: eu disse se acalmar e não se masturbar.

- Não tente fazer gracinhas feito um paspalho ou ser extrovertido.

- Não use álcool ou drogas pra relaxar. Faça do jeito difícil.

- Não force contato físico antes de se sentir a vontade.

- Procure sinais de perigo, como o modo que ela lida com conflitos. Observe se é passiva ou agressiva demais.

- Se ela for extrovertida não a critique por ela falar rápido.

- Observe se ela também faz perguntas a você (demonstração de interesse).

- Pergunte como ela aproveita as horas de lazer.


Homens introvertidos com mulheres extrovertidas


Quando o homem é extrovertido e a mulher introvertida sempre surgem conflitos. Mas quando a situação inversa é pior.

Homens introvertidos podem se sentir sufocados, intimidados ou ignorados por uma mulher extrovertida. E as mulheres extrovertidas podem achar que a tranqüilidade do homem introvertido signifique fraqueza, submissão, paspalhice, síndrome de bunda mole ou que ele não seja protetor. Ela pode se sentir solitária ou pouco estimulada no relacionamento. Se isso acontecer no seu relacionamento, é hora de você mandar a real.


Dicas para lidar com mulheres extrovertidas em um relacionamento
Se você é introvertido e deseja aprimorar sua comunicação com sua parceira extrovertida, aqui vão algumas sugestões:


- Diga a sua parceira que deseja conversar. Marque um horário.
- Formule frases curtas e claras.
- Não tenha medo de gritar ou falar alto se for preciso. Não é pra xingar ou cair na baixaria. É que mulheres extrovertidas podem não acreditar na sua intenção se o volume não for alto. Sim, parecem loucas, eu sei.
- Pratique dizer qualquer coisa que venha à sua cabeça. Não ensaie sempre.
- Permita-se pausas. Não precisa acompanhar o ritmo dela sempre.
- Cuidado com mulheres extrovertidas baladeiras quanto você é um cara caseiro demais.
- Faça-a entender que precisa de tempo pra tomar decisões e que nem sempre pode falar o que passa por sua cabeça.
- Elogie-a de vez enquando e não se polarize.


Se você é introvertido e seu filho extrovertido


- Crianças extrovertidas precisam ouvir comentários como: “muito bem” e “parabéns”. São reforços positivos. 

- Ajude a serem menos impulsivos e a refletirem. Você pode fazer isso fazendo um comentário positivo, depois uma frase de reflexão ou uma crítica construtiva e fechando com um comentário positivo.

- Deixe seu filho processar seus pensamentos em voz alta.

- As crianças extrovertidas perguntam muito. Respondas as que tiver vontade. Fale por exemplo: vou responder mais 2 perguntas, depois tenho que preparar um relatório.

- Faça seu filho entender ou agende pra ele um horário pra ele ficar calmo, como ouvir música, ler um livro, etc. 

Como agir no trabalho


ex-tímido recebendo aplausos depois de aplicar meus conselhos másculos e viris


- Procure chegar mais cedo no trabalho e em compromissos importantes, especialmente em locais onde você nunca esteve ou está muito ansioso para estar (ex.: entrevistas de emprego, provas para concurso público, vestibular, ENEM etc). Quanto antes chegar ao local, mais se sentirá à vontade no ambiente, o que será uma vantagem em relação aos demais.

- Relaxe 5 minutos antes das reuniões respirando em um local privativo. Eu disse "relaxar e respirar" e não se masturbar.

- Cumprimente as pessoas quando entrar na sala e despeça quando sair.

- Faça anotações.

- Use linguagem não-verbal como acenos de cabeça, contato visual pra perceberem que você não é um manequim e está prestando atenção.

- Diga alguma coisa: uma pergunta ou reafirme algo que alguém falou.

- Numa reunião atraía primeiro a atenção falando uma frase de abertura falando com voz firme “Gostaria de acrescentar uma coisa...” ou “Minha opinião é...” 

- Dê colocações com início, meio e fim.

- Se perceber que a oportunidade de falar já passou você pode falar: “Gostaria de acrescentar uma coisa ao que o fulano falou minutos atrás...” 

- Compartilhe informações pessoais com seus colegas de forma relaxado e tranqüilo. Um exemplo é comentar sobre seu hobby enquanto aguarda na copiadora.

- Reconheça quando alguém fizer algo bom e aceite elogios. “Obrigado”. 

- Ofereça-se a ajudar as pessoas.

- Tenha seus objetivos e metas anotados.

- Se você é chefe aprenda a delegar mais responsabilidades a seus subordinados.

Um plano de cinco passos para reduzir o “sufoco” em situações importantes
Você tem uma entrevista de emprego, uma palestra pra apresentar ou um compromisso importante que você precisa parecer calmo. Quando estímulos em excesso e nos sentimos sufocados, não conseguimos pensar, nem ser criativos. É importante aprendemos, então, maneiras de se acalmar.
 

Passo 1: Sinta seu corpo. Tente separar “mente” e “corpo” e imagine que sua mente é um scanner que vai passando do seu pé para sua cabeça e percebendo o que você está sentindo fisicamente. Perceba onde tem tensões em músculos, articulações, batimentos cardíacos, respiração, etc. 

Passo 2: Respire fundo e beba água: o cérebro oxigenado e hidratado melhora a concentração, raciocínio e metabolismo do corpo. Nada de energéticos, cafeína, isotônicos ou refrigerante, pare com essas frescuras. Beba água, simples assim. 

Passo 3: Observe o que está passando na sua cabeça: preste atenção e ouça. Então, tente direcionar essa voz. “Estou apenas ansioso, tudo vai dar certo.” “Estou tenso, mas isso não significa que vai dar merda. Vou ficar bem”. 

Passo 4: Lembre-se de quanto você se saiu bem de uma situação parecida: Lembre-se de quando você já ficou nervoso e conseguir apresentar o que queria, ou que passou por uma entrevista ou que conseguiu conversar com determinada pessoa que você tinha medo. 

Passo 5: Fique de boa. Sentir esse sufoco é normal e faz parte de quem é introvertido. Não se critique. Isso significa que seu cérebro absorve muita informação e fica bastante ativo. 

Praticando a extroversão (saindo da zona de conforto)

Você reconheceu que é introvertido e está mais confortável agora com a prática de algumas dicas, mas agora é hora de mais um pouco de desconforto. Hora de mexer esse seu traseiro tímido e enfrenter a dura realidade.

Na infância aprendemos a encontrar segurança nas coisas familiares e quando adultos continuamos a fazer coisas que sentimos confortáveis. Mas sempre vamos encontrar situações, desafios e barreiras e sentimentos desagradáveis que precisamos superar. Isso requer que experimentemos novos comportamentos. Permanecer isolado e confortável demais faz perdemos alguns aspectos de nossa personalidade. Assim como os músculos que perdem força se não forem usados.

- Se sentir-se travado e tenso em alguma situação, muitas vezes não vai adiantar tentar ficar calmo ou muito menos se criticar. Então, faça o oposto se contraía ainda mais todos seus músculos e depois relaxe totalmente. Se tiver sozinho você pode se sacudir como um rottweiler que acabou de se molhar. Lembre-se: se estiver sozinho, ou vão achar que você está tendo uma convulsão (Ronaldo na copa de 98 estava nervoso e seguiu a dica do "rotweiller molhado", mas acharam que foi convulsão).

- Quebre um padrão de comportamento. Localize o padrão que deseja mudar e faça qualquer parte dele de maneira diferente. Por exemplo, tem pessoas que saem do trabalho e vão direto pra casa sentar o rabo gordo no sofá e assistir TV. Quebre saindo do trabalho e indo ao cinema, a uma exposição ou ao shopping dá um rolé sem compromisso.

- Fale sem pensar. Dê uma volta e puxe conversa com pessoas estranhas. “O serviço aqui é tão lento”. “O ônibus aqui demora muito hein.” “O pão dessa padaria é melhor do que a que comia antes”. Fale frases curtas e em um pouco mais alto do que de costume. Depois, continue o que estava fazendo: comprando, esperando na fila, etc. Fale alto.

- Depois faça algo mais complicado, um diálogo mais longo. Introvertidos costumar temer conflitos, onde os diálogos são imprevisíveis. Por isso, quando tiver pronto ensaie algo como. “Gostaria de trocar essa blusa. Infelizmente, não serviu na minha filha. Aqui está a nota fiscal.” Pare de comprar tudo na Internet por ter medo de dialogar e negociar com vendedores. Eu sei que eles são insuportáveis, mas encare uma sessão de compras necessárias como treinamento.

- Como o Doutrinador disse na parte 2: use o contato visual direto. Além disso, se tiver em grupo ou numa reunião use um tom de voz firme e alto e sempre diga uma frase de conexão antes: ”Gostaria de acrescentar...” ou “Como fulano disse, eu acredito ....” 

- Introvertidos tende a se irritar mais que extrovertidos. Então, se acontecer uma situação parecida como sua mulher ou seu chefe te irritando siga esses passos: respire, fique alerta e manha o foco, concentre-se em partes do seu corpo pra liberar as tensões, melhore a postura, distribua o peso do corpo e agora observe o caráter único da situação. O cérebro gosta de agrupar experiências e, depois, fazer julgamentos rápidos, liberando apressadamente uma solução padronizada para um problema na tentativa de reduzir logo a ansiedade.

- Tenho bom humor, ouça piadas, ria das piadas e brincadeira dos amigos. Mas tenha cuidado, nem todo humor é saudável. O escárnio, o sarcasmo, a ridicularização, o humor negro e o desdém originam-se do medo, da raiva e/ou da inveja e são nocivos. Humor negro é coisa de paspalho, não apele. Lembre-se: seu objetivo não é ser um palhaço gratuito, e sim vencer a timidez.

Sheik e Doutrinador

*Sheik Ghalib é colaborador do Blog do Doutrinador. Leia mais posts com a colaboração de Sheik aqui. - Dúvidas: sheik.ghalib@gmail.com

Série "Como vencer a timidez, o guia de virilidade", em 4 lições

Lição 1 - Introdução: Timidez não é doença
Lição 2 - Aparência e contato
Lição 3 - Teoria
Lição 4 - Dicas poderosas e infalíveis

Comentários

  1. Muito bom Doutrina, pra mim q sou timido foi ótimo

    ResponderExcluir
  2. O post ta bem bolado, deve ajudar muitos coleguinhas a vencer a timidez.
    Entretanto, acho que ficou faltando uns exemplos praticos com uma dose de humor pra esclarecer a mente.
    Vlw doutrina.

    ResponderExcluir
  3. Cara, sou leitor assíduo do seu blog, mas esses posts de timidez foram um real fiasco. Acho que quem tá nesse estágio de timidez doentio é um real imbecil..

    ResponderExcluir
  4. Sensacional! A única coisa é que tiveram alguns erros de digitação durante o texto, mas ficou muito bom. Muito legal também a parte sobre o relacionamento pai e filho (mesmo que eu não tenha filhos).

    Eu sempre fui introvertido. Há alguns anos eu finalmente venci a barreira da timidez e fiz muitas dessas coisas porque eu me empenhei. Algo que ajudou muito foi entrar em cursos e conhecer pessoas diferentes daquelas que você acaba vendo como chatas ou limitadas e passa a não ter interesse na interação. Infelizmente pra mim, eu acabei dando um passo pra traz com uma depressão. Então fica o alerta pra quem vai começar a tentar mudar agora: se esforce, veja como fica realmente mais fácil após algum tempo e principalmente, foque na sua vida (sem cair no egoísmo) e NÃO ENTRE NA ZONA DE CONFORTO. Digo por experiência própria.

    Que o post seja o ponta pé inicial pra uma vida melhor pra muita gente!

    ResponderExcluir
  5. Doutrina...
    Tenho uma teoria fodona pra apresentar pra essa galera e que não precisa pratica...
    Peguem fotos de gatas que valorizam o rosto.Depois ampliem de forma que a cara fiquem em tamanho real...
    Agora sozinho tente falar qualquer coisa simplismente olhandonos olhos da imagem da gata...
    Peguem fotos de meninas que geralmente vc se sinta mais nervoso.uma menina da sua sala (vc acha foto dela no orkut)
    Depois de ter um dialogo com essa gata ´"digital" diga frases positivas olhando nos olhos da gata da foto como "eu nunca me intimido com essas mulheres"..."falo com qualquer mulher confiante e olhando firme nos olhos dela pois sou um macho dominante"...."essa mulher fala merda tb".....Mas digam isso com força de sentimento.sinta sua alma quando falar isso...Rapaz essa tecnica eu mesmo inventei e me ajudou muuuuuitooo velho.demais...logico que isso nao funciona dum dia pro outro...vc vai notando as diferenças no dia a dia...TENTE TÍMIDOS,ÓTIMA TÉCNICA,ACREDITEM EM VCS,UM SUPER ABRAÇO

    ResponderExcluir
  6. O post está bom, mas em muitos momentos confundiu timidez com introversão.

    ResponderExcluir
  7. Acompanho este blog faz algum tempo já, e afirmo que de todos os posts, esse é possivelmente o melhor!Vocês tiveram algumas sacadas geniais, como por exemplo notar o padrão de que todo tímido tem um paspalhão como referência de personae ideal. O medo de tocar as pessoas, etc. Este post, é mais do que um simples post, é um contribuição social que merece ser imortalizada e difundida à todos os tímidos, sejam eles introvertidos ou extrovertidos.

    Att,

    Lawyer.

    ResponderExcluir
  8. Grande fechamento da série.
    Deve-se ter confiança para vencer a timidez,
    aconselho lerem a obra de NA "O Magnetismo nas Relações Sociais" onde você pode aprender a não esperar aprovação dos outros, desvinculando as
    expectativas do seu ego.

    ResponderExcluir
  9. Excelentes dicas. Fugindo um pouco do assunto, eu gostaria de contar uma coisa que aconteceu comigo. Uns anos atras, quando eu estava entrando na faculdade, eu conheci uma menina. Ela era bonitinha, lorinha e tal. Fiquei um tempo com ela. Foi bom enquanto durou. Ate que um dia eu me enjoei dela e ela de mim. Nunca mais a vi. Passado uns anos eu a vi novamente. Fiquei assustando como ela mudou. Nao esta feia, mas tb nao esta bonita como antes. Vi que ela está começando a envelhercer. Passou dos 25 anos. Cheguei a ficar com dó dela. Já deu mais ou menos para imaginar como ela vai estar daqui uns anos. Lembro-me daquele menina com cara de nene, toda menininha. Bom, é isso. Beleza de mulher é mais curta que vida de cachorro.

    ResponderExcluir
  10. exelente post doutrina, sou mulher mas acho q isso vai ajudar muitos homens, q por serem timidos perdem muitas oportunidades

    ResponderExcluir
  11. Olha, agradeço imensamente a oportunidade de ter lindo este post, já havia lido muita coisa sobre timidez de outros blogs e autores de livros diversos e com certeza esta série foi bem objetiva, escrita simples e direta. Muito bom.
    Gostei mais da primeira parte onde se aprende mais sobre os aspectos da personalidade, mas foi muito bom.

    ResponderExcluir
  12. a situação está pior ainda pra quem é tímido e gago também.

    ResponderExcluir
  13. Fantástico a publicação, adorei, e está muito bem elaborada!!!

    ResponderExcluir
  14. A supervalorização das coisa e pessoas fazem agente se sentir inferior com pessoas de "destaque" ou uma pretendente desejada por muitos (pseuda linda "Gostosona").... Eu leio tudo q se refere a timidez mas nunca li algo tão revelador e supreendente como estas quatro lições! Eu fiquei meio confuso, acho q estou na linha tênue entre extroversão e introversão e pelo q eu percebi o meio termo não é ruim, mas vou trabalhar para aumentar mais meu lado extrovertido.
    Quando comecei ler esses blogs destruidores e metedores da real como Doutrinador, Silvio K e lendo os livros N.A eu ganhei muita confiança e a timidez to usando ao meu favor, como assim? é isso mesmo! ao meu favor... depois q eu li a lição 1 "Olhar no olho" tudo parece ser mais facil agora.
    Continuem com post metedores da real pra acordar a galera ai, pq é muito útil e necessário.

    Obrigado a todos envolvidos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mulheres rodadas: DIGA NÃO

Mangina - O que é? - Parte 1

Como lidar com um término de relacionamento