Como vencer a timidez: o guia de virilidade - Lição 1



Você é um bunda mole que tem medo de mulher, não pega ninguém e vive sendo rejeitado por ser tímido?
Desenvolveu depressão, já pensou em se matar, dar um tiro na própria cabeça, se jogar de um prédio ou coisa pior, como entrar para grupos emo e usar roupas coloridas de veado para tentar ser notado e expressar sua rebeldia fraca e patética?

Então leia esse post com atenção que vou te dar a letra sobre como deixar de se sentir um merda só porque é introvertido.

Porque você deve ler meu post e me “ouvir”? Simples. Tenho personalidade introvertida e na adolescência já passei por tudo o que você passou em decorrência da timidez. Procurei ajuda das mais diversas formas, até perceber que psicólogos “estudam” a timidez há décadas mas até hoje não conseguem dizer nada além de merdas inúteis como “seja você mesmo” e escrever livros de auto-ajuda para ganhar dinheiro. Ora, se eu sou um tímido fracassado e estou buscando ajuda, como eu mesmo posso me ajudar? Nesse caso estaria sendo ajudado por um fracassado, e não por alguém que de fato superou o problema.

Não vou te ensinar a ser extrovertido. Não vou te ensinar a pegar mulher e virar um Diego Alemão. Não vou te ensinar a ser o palhaço da turma. Tudo que vier será apenas conseqüência. O intuito aqui é mudar teu status de titica de galinha invisível para, no mínimo, bosta de elefante que ao menos terá mais atenção.

O meu foco com essa série é tentar ajudar especialmente os homens. Embora também existam mulheres tímidas e introvertidas, a timidez é muito mais destruidora para os homens do que para as mulheres. Por mais incomunicável que a mulher seja, ela não tem nas costas a responsabilidade de tomar a iniciativa nos relacionamentos. Se ela tiver beleza mediana já é o bastante para atrair a atenção de vários homens e ser assediada, mesmo que seja tímida. Já o homem, por mais que seja belo ou esteja em forma, será sempre vilipendiado por ser inseguro, tímido e "não ter pegada".

A relação com o sexo oposto sempre é um terror para o tímido, mas para o homem isso é mil vezes pior. É só botar uma foto de calcinha no Orkut e qualquer mulher ganhará centenas de elogios dos babacas de plantão. Já se o homem botar uma foto de cueca é capaz de ser mais ridicularizado do que já é, especialmente pelas garotas. Portanto, o foco do guia será o homem tímido.

Na lição 1 de nosso guia, vou traçar um perfil do tímido comum e explicar como o próprio tímido se exclui antes que outros façam isso.

Lição 1: Timidez não é uma doença transmissível

Todo tímido tem mania irritante de se fechar e achar que é o doente mental incompreendido, aquele gênio dos filmes que é rejeitado pela sociedade, que com toda sua genialidade reprimida cria a cura para o câncer e morre como herói fazendo todos se arrependerem de não ter chamado ele pra balada. Com isso, sem perceber acaba criando um preconceito contra si mesmo, se achando inferior aos outros humanos.

Com o tempo isso vai piorando e o tímido passa a se achar um verdadeiro leproso. Começa a evitar contatos sociais porque as pessoas “não o compreendem” (sem perceber que ele mesmo também não se compreende), e prefere ficar horas procurando um caminho quando está perdido a pedir informação apra alguém na rua. Alguns evitam até tocar nas pessoas com medo de serem rejeitadas como se tivessem uma doença mortal transmissível.

Na maioria dos casos, os tímidos reprimem-se e buscam refúgio em colônias de outros “doentes” tímidos para se lamentarem, invejarem extrovertidos e palhaços da turma e se derrubarem uns aos outros. Ao invés de buscarem uma ajuda real, fazendo uma analíse profunda e honesta sobre a própria imagem e comportamento, preferem entrar em comunidades imbecis e montar gangues de fracassados.

Ou seja, o tímido é visto como doente porque ele mesmo se vê como doente e comunica isso através de atitudes e aparência, bem como falta de sair daquele estado fétido. Não, não é papinho de psicólogo cretino, é a verdade. Ao se considerar um leproso doente, você será visto como um leproso doente. Isso é a lógica aplicada.

Portanto, encare sua introversão/timidez como uma característica de personalidade e não uma doença. Eu mesmo, embora tenha superado a timidez há muito tempo, ainda me considero introvertido sobre certos aspectos, já que isso é uma característica da minha personalidade e não uma doença. Não é porque todo mundo é palhaço extrovertido que você deva ser assim, e superar a timidez nada tem a ver com mudar sua totalmente personalidade. A diferença entre os seres humanos existe e é natural, e só paspalhos acham que todos devem ser iguais em tudo. 

Um dos maiores erros do tímido é ter o palhaço da turma como referência de personalidade ideal, como se ele fosse uma espécie de modelo. Fazer isso só vai te levar mais para o buraco. Você precisa mudar seu comportamento, mas não necessariamente deve pensar em mudar sua personalidade, não caia nessa.

Isso significa que você vai parar achar que tem uma doença incurável e que precisa se isolar da raça humana. Nada de ficar num porão escuro jogando Second Life e imaginando como seria ter um filho com mulheres de outras raças interplanetárias mais acessíveis. Nada também de ficar horas perdido no trânsito por ter medo de pedir informação como se as pessoas fossem pegar lepra só de te ver falando. Você não é um doente e portanto precisa tomar vergonha na cara e parar de se enxergar assim.

Exercício viril: mesmo que fale pouco, tente olhar as pessoas nos olhos quando for conversar, especialmente se algum extrovertido cretino vier querer tirar uma onda com a sua cara (isso vai quebrar as pernas dele, pois todo extrovertido acha que tem plenos poderes sobre o tímido e que ele nunca o encararia de frente). Mas não faça cara de bunda e nem cara de assassino: olhe com uma expressão natural, mas fixa. Quando alguém olha diretamente em nossos olhos, nos sentimos inibidos porque alguém resolveu nos encarar de frente, e a probabilidade da pessoa sair da posição de autoridade aumenta muito. Com esse simples gesto, você comunicará que possui valores e que não se intimida totalmente pela presença da outra pessoa. De quebra, terá uma expressão mais confiante pois terá que erguer o queixo para fazer o contato visual (todo tímido tem mania de se esconder baixando a cabeça ou atrás de uma franja). No começo será difícil, mas exercite isso ao máximo até pegar a confiança necessária para olhar nos olhos dos outros sempre.

Agora que você aprendeu que timidez não é doença e sim uma característica de personalidade, precisa aprender a se comunicar também através da aparência.


Na próxima quarta-feira (04/05), na lição 2, analisarei como a aparência faz os tímidos comunicarem que são fracassados, e como você pode superar isso.


***


Série "Como vencer a timidez, o guia de virilidade", em 4 lições


Lição 1 - Introdução: Timidez não é doença
Lição 2 - Aparência e contato
Lição 3 - Teoria
Lição 4 - Dicas poderosas e infalíveis


***


Comente esse post também no fórum HomensHonrados.com:  clique aqui

Comentários

  1. Tava procurando um post desses faz um tempo.
    Na descrição inicial me vi faz uns anos atrás. Atualmente ainda não venci 100% da timidez, tem dias que estou bem inibido...mas com certeza tá muito melhor e não é um grande problema.

    Valeu pelo post, doutrina.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o post.
    Ressalto que eu perdi 90% da minha timidez quando estudei e coloquei em prática "Mystery method" e o "Desafio" do Neil Strauss...
    Foi um grande passo pra mim, hoje em dia eu falo com qualquer pessoa e ainda mostro o meu valor !

    ResponderExcluir
  3. Quem ja não foi assim né?Independendo do grau, antes eu era muito timido, timido mesmo, pra mim, nunca iria começar uma conversa com algum estranho, ter a primeira atitude, se levantar primeiro que os outros.
    Porém da muito bem pra trabalhar esse lado, hoje em dia tenho uma vida tranquila, até muitas vezes me considero o "lider" do grupo social em que estou, de forma espontanea.
    Só tenho um "obstaculo" ainda, FALAR EM PUBLICO, com todos olhando para você, esperando palavras bonitas, que mantém elas interessadas, muito bom o blog Doutrinador, parabéns.
    SE POSSIVEL ADICIONE ISSO, A ALGUMA LIÇÃO, TENHO CERTEZA QUE SERA DE GRANDE VALIA PARA MUITOS, UM ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  4. outro post foda doutrina,sempre fui timido tbm,falar em publico pra mim é uma merda,gaguejo mais que gago normal,pqp...

    ResponderExcluir
  5. doutrina,parabens,texto simplismente foda

    ResponderExcluir
  6. eu era timido de mais na adolescencia,chegaram a me chamar de altista...tive ajuda de psicologa,mais eu mesmo tive q dar a cara a tapa,nao adianta nada fazer seus pais gastarem rios de dinheiro com psicologas e depois ficar trancado no porao...LEVANTEM A CABEÇA!!vcs nao sao piores q ninguem...

    ResponderExcluir
  7. Muito bom, eu já fui muito tímida, alguns achavam até que eu era muda. Mas por indicação da psicologa da escola, comecei fazendo aulas de teatro e aprendi a disfarçar [e depois dominar] a minha constante ansiedade de estar sendo julgada, bem como o medo de falar em público.
    Gostei desse trecho: "Um dos maiores erros do tímido é ter o palhaço da turma como referência de personalidade ideal..."
    É realmente uma das maiores burrices que um tímido pode fazer!!!
    Post esclarecedor, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  8. Na maioria dos casos, os tímidos reprimem-se e buscam refúgio em colônias de outros “doentes” tímidos para se lamentarem, invejarem extrovertidos e palhaços da turma e se derrubarem uns aos outros. Ao invés de buscarem uma ajuda real, fazendo uma analíse profunda e honesta sobre a própria imagem e comportamento, preferem entrar em comunidades imbecis e montar gangues de fracassados.

    Com o devido respeito, Doutrina, não seria esse o caso dos freqüentadores dos Blogs masculinistas, sendo que os invejados extrovertidos e palhaços da turma são os tais "machos alfa"?

    ResponderExcluir
  9. Já fui e muito timido, quebrei a timidez depois de, em uma bela noite, estar deitando na minha cama e pensar: "Porra, quer saber? Foda-se!!!". Começei a fazer musculação, correr, estudar, me destacar, ou seja, procurar o caminho de agir como um HOMEM HONRADO que não se preocupa com a opinião alheia de ninguem.
    Vai a dica:
    1- Amigos que te botam pra baixo -> Não são amigos e sim são filhos da puta.
    2- Nenhuma mulher é merecedora do seu amor próprio, seja sempre vc em primeiro lugar. Não mereceu a sua companhia, manda pra PQP, você sempre TERÁ MAIS OPÇÕES!
    3- Mulher não é Deus, são puros seres providos de uma racha no meio das pernas loucas para serem comidas de 4 por um macho de qualidade.
    4- etc.

    TIMIDEZ É O KRALHO, SEUS PASPALHOS!! (by Doutrinador)

    ResponderExcluir
  10. Muito bom, Mestre, colocarei em pratica o exercício proposto.
    Vou esperar ansioso pela próxima parte!

    ResponderExcluir
  11. Incentivo cada um buscar força dentro de si. Temos uma força infinita que nem sabemos,foi buscando que ela surgiu.

    De adolescente excessivamente tímido com as mulheres passei justamente a franco comunidador em tudo. Como e quando?

    Justamente ali quando ia ser problema (adolescencia), olhei para a realidade, notei que me prejudicava, decidi e fui em frente. As primeiras incursões (sim, incursões, pois cada vez era uma batalha) foram suadas mas determinado em me comunicar obtive ótimos resultados para a realidade que vivia, só olhei isso e que poderia vencer essa guerra.

    Foi questão de bem pouco tempo e me tornei expert com as mulheres, cheguei muito além do que algum dia podia esperar, diria que no topo (era a única timidez que tinha). Alguns tombos e erros?

    Sim, mas notei o progresso imediato e nem me importei com os tropeços (foram umas duas conversas com gaguejadas só, pouco e me desinibi). Todos erram e caem algum tombo em algum aspecto.

    O que importa é levantar e ir em frente, de bem com a vida, feliz, desencanado, não ligar (isso é ato de desejar não ligar, se empenhar). Não parar para chorar fracassos, lastimar não resolve, vi que o segredo era contemplar o quanto avancei e continuar determinado avançando.

    Problemas mal resolvidos não quiz tê-los, nunca guardei um, por isso não os tenho! Não guardo problemas (emoções negativas), não os quero comigo (escolhi isso), olho para frente, sempre! Do passado carrego só o que me convém.

    ResponderExcluir
  12. Esperei bastante por esse post. Já passei da fase de ser tão passível ao comportamento dos outros, mas ainda preciso melhorar em alguns aspectos, pois ainda não sou tão auto-confiante.

    ResponderExcluir
  13. Excelente! Vou acompanhar atentamente esses posts.

    ResponderExcluir
  14. ótimo texto cara, parabens ai

    sou bastante introvertido e sofro igualzinho voce descreve, me sinto mal por ser assim, tento mudar porém nao consigo, o que não falta sao tentativas...

    obrigado por ao menos estar tentando mudar de alguma forma, pois o que mais precisamos é de atenção.

    ResponderExcluir
  15. curti o post doutrina!


    antes era mto passivo... com as coisas...

    agora nao tolero em momento algum idiotices pro meu lado :)

    ResponderExcluir
  16. não tem o nome do autor do texto???

    ResponderExcluir
  17. Eu sempre fui tímido PRA CARALHO na minha adolescência e me considero vencedor por justamente ter superado isso sozinho. Por isso que quando dizem que o desenvolvimento pessoal salva vidas, deve-se acreditar. E olha que isso foi bem, mas bem antes de eu conhecer a Real. Mesmo vencendo a timidez, continuava sendo um matrixiano desgraçado.

    Mas enfim, entre a 7ª série e o 1° ano do ensino médio, eu era tipo o Raj da série The Big Bang Theory, tinha verdadeiro PÂNICO de conversar com mulheres. Só falava com homens e sempre fui visto como um bosta por toda e qualquer garota. Me lembro muito bem que no 1° ano do ensino médio, simplesmente só falava com garotas caso elas dirigissem a palavra a mim (caso raro) e respondia sempre com a voz trêmula. Sempre tive sim, inveja dos ‘palhaços’ da turma, desenvolvi depressão por um bom tempo, mas ao começar a buscar as raízes do problema, consegui chegar a uma epifania.

    Certa vez observando o comportamento de um cara da minha sala, pensei: “bem que eu poderia ser ele...” o pensamento contrário veio logo em seguida: “Se EU fosse ele iria comportar do mesmo jeito que me comporto, afinal iria só trocar de corpo. Se eu quero ser ele, devo ter o comportamento dele comigo”. Parece uma viagem, mas aquilo fez sentido pra mim. Obviamente não comecei a “copiar” o comportamento dele, mas comecei a pensar sobre o assunto, lendo cada vez mais e desenvolvendo ações que contribuíam pra uma mudança.

    Uma mudança de ares (fui estudar a noite) foi crucial para que eu pudesse colocar em prática meu novo comportamento, que não se tratava de ser o ‘palhaço’ da turma, mas o de manter um diálogo com mulheres sem tremer, o de perder a timidez em outras situações e aprender a rir de mim mesmo. Parece papo de auto ajuda, mas funcionou pra caralho. Como já destaquei, continuei matrixiano por muito tempo, porém uma mudança de atitude de quem era zero e passou a ser ao menos notado, pra mim foi uma vitória imensa. A partir daí comecei a ter uma vida “normal”, construí relacionamentos, etc.

    Assim como vc Doutrina, sou introvertido, não chego em lugares em que não conheço as pessoas e vou abraçando e fazendo palhaçadas, mas não sou tímido. Converso com qualquer pessoa em qualquer situação e para os amigos que estão nessa situação, peço pra dar “ouvidos” a este post. Isso é possível.

    ResponderExcluir
  18. MUITO BOM O SEU POST, É IMPRESSIONANTE COMO VC FALA COISAS CLARAS, DIRETAS, E EFICIENTES, MUUUUUUUUITO MAIS DO QUE VÁRIOS LIVROS E PALETRAS QUE VEJO POR.
    MUITO BEM
    ABRAÇOS

    IZA

    ResponderExcluir
  19. Cuidado ao criticar uma profissão por causa de um ou outro mal profissional. Por falar nisso o próprio Nessahan Alita tem especialização em Psicologia Junguiana. Se você conheceu um psicólogo ruim não pode desqualificar uma profissão do mesmo modo que não pode desqualificar a medicina por ter pego médicos despreparados ou mecânicos picaretas ou estagiários de academias que se dizem professores. Apesar que a maioria dos psicólogos por seguir a linha freudiana não resolvem porra nenhuma, mas existem sim psicólogos que seguem outras linhas como a do Jung ou do Peter Levine. Outro erro foi confundir introversão com timidez. Introversão é uma característica da personalidade e realmente não pode ser mudada, timidez sim é uma "doença" e pode ser melhorada do modo que vc falou. Fora esses detalhes o texto está muito bom. Parabéns. Continue.

    ResponderExcluir
  20. Sheik,

    Obviamente no texto estou fazendo uma generalização. Mais óbvio ainda é que para toda regra sempre existirão as exceções.

    ResponderExcluir
  21. Eu até entendi sua intenção, mas você cometeu um erro ridículo. Psicólogos não falam "seja você mesmo", lidar com a timidez exige um processo complexo. Outra coisa: psicólogos repudiam livros de auto-ajuda, então, não fale de coisas que você não conhece. Se você não entende de Psicologia, não fale sobre qual é o trabalho dela, para não correr o risco de cometer equívocos como esse que você cometeu. Ok?

    ResponderExcluir
  22. Libertas, dispenso seus conselhos, pois não se aplicam ao caso. Não tenho culpa de quem veste a carapuça do psicólogo clichê uma vez que já disse que admito exceções.

    Já li muito sobre psicologia, já me consultei com psicólogos no passado e tenho vários conhecidos da área que inclusive escrevem blogs (e sim, a maioria recomenda auto-ajuda).

    Meu objetivo aqui não é ser inequívoco ou agradar a todos, e sim falar o que eu quiser e expressar minha opinião direta e real. Não vou ficar pisando em ovos nem rasgando seda com medo de magoar outros, mesmo que sejam da minha própria área de atuação. Se vc é psicólogo e é uma exceção ao que eu disse, parabéns campeão.

    ResponderExcluir
  23. Sheik,

    "Outro erro foi confundir introversão com timidez. Introversão é uma característica da personalidade e realmente não pode ser mudada, timidez sim é uma doença e pode ser melhorada do modo que vc falou"

    Não, não confundi introversão com timidez. As pessoas é que confundem e acham que só abandonarão a timidez se reverterem seu estado de introversão. Eu disse claramente no texto que é possível se livrar da timidez sem perder sua personalidade introvertida e viver bem. Quem confundiu as coisas foi você, com uma visão deturpada pelo que eu disse a respeito dos psicólogs.

    Mas fico feliz de ver psicólogos magoados com o que eu falei postando aqui e finalmente tentando ajudar outros. Quem sabe assim resolvam abrir um blog com conselhos práticos e expressarem suas opiniões dando a cara a tapa como faço aqui. Mas acho que seria esperar demais... bom mesmo é ser crítico.

    ResponderExcluir
  24. Eu era muito tímido, o que me fez melhorar foram a cerveja, a cachaça, aulas de dança de salão, aprender e conversar em outra língua, malhar e micaretas. Tomar foras é ruim no começo mas depois de um tempo você acostuma e encara isso como algo normal.

    ResponderExcluir
  25. Realmente Doutrinador, relendo o texto ficou claro agora explicação entre introversão e timidez. No livro "A vantagem do tímido" fala algo parecido. Nele o introvertido é visto como alguém que é voltado pra dentro (pra recarregar suas baterias) e o extrovertido é voltado pra fora. O introvertido ele pode ter momentos de extroversão, mas ele precisa ficar um tempo sozinho pra refletir, se preparar, descansar, etc. O extrovertido não, ele improvisa na hora e consegue falar de modo superficial sem problemas. O tímido é visto como alguém que passou por problemas, traumas, excesso de críticas e limitações na infância. O tímido ele precisa de ajuda, técnicas, tempo e textos fodas como esse do Doutrinador pra mudar.

    ResponderExcluir
  26. Otimo post realmente vc aprofundou bastante como tudo acontece a maoria dos casos acontece isso, como no meu kkk eu me izolei de todos por conta da timidez não foi so ela que fez isso teve outras coisas tbm mais ela foi a 'força' maligna que causou as outras coisas e consequencia eu me izolei, em fim otimo post indo ler a segunda parte...

    ResponderExcluir
  27. "Outra coisa: psicólogos repudiam livros de auto-ajuda, então, não fale de coisas que você não conhece."

    Óbvio que repudiam, né? Precisam de gente nos consultórios deles, pra botar comida na mesa...

    ResponderExcluir
  28. Texto muito bom e muito util

    Não me considero timido, apesar de ainda ser em alguns momentos, mas o seu texto me fez perceber algumas coisas que eu "Peco" um pouco em relação a comunicação com o meio social.

    ResponderExcluir
  29. É um texto ótimo e muito objetivo. Eu também sou muito introvertido e sei que isso faz parte de minha personalidade. Há algum tempo já venho aos poucos aprendendo a lidar melhor com minha personalidade, de forma natural. Defender nossos pontos de vista e demonstrar nossos valores é o início.
    Só não aceito o fato de mudar o estilo que você tem, as coisas que gosta de fazer. Uma roupa e um comportamento que te valorize no trabalho é imprescindível, mas, fora dele, foda-se o mundo que eu to chegando hehe.

    ResponderExcluir
  30. Dj Ericson Bruno24 de maio de 2011 16:32

    A Maioria das pessoas gostam dos Poucas pessoas gostam daqueles que pouco falam, pq eles as meninas sempre se interessam pro eles e não por nós ??

    ResponderExcluir
  31. Olha,sou muito timida e nao venha dizer q os homens chegam em mulheres muito timidas. Por me "fechar" d+, acho q assusto eles, talvez tenham medo do fora q , c/ ceteza, levariam.
    Nao entendo esse pavor q os homens tem de mulher. qual o problema d levar um fora? Sou extremamente timida, como ja disse, e cheguei num cara, ele me deu um fora. Hj comprendo, ele era 18 anos + velho q eu, vivido...efim, foi melhor assim. Claro q isso me abalou, passei a nao confiar mais em mim mesma. Mas tento superar isso. Ah , e nao venha dizer q sou feia, isso nao e verdade. So nao consigo ser extrovertida como gostaria d ser.
    sobre o q vc falou no tópico 2.( "2- Nenhuma mulher é merecedora do seu amor próprio, seja sempre vc em primeiro lugar. Não mereceu a sua companhia, manda pra PQP, você sempre TERÁ MAIS OPÇÕES!") isso tbm se aplica aos homens. NENHUM HOMEM MERECE MEU SOFRIMENTO, MANDO TODOS P/ A PQP, EXISTEM TANTOS POR AI, P Q VOU ME IMPORTAR C/ UM,NAO E MESMO?!

    SOBRE O TOPICO 3 (" 3- Mulher não é Deus, são puros seres providos de uma racha no meio das pernas loucas para serem comidas de 4 por um macho de qualidade.")
    NENHUMA MULHER E DEUS, NAO ENTENDO ESSE MEDO DE CHEGAR PERTO Q OS HOMENS TEM. VC E MUITO ESTUPIDO QDO SE REFERE A NOS DESSA FORMA. MAS EU TE ENTENDO, PROVEVELMENTE FOI MUUUUUITO REJEITADO E AINDA DEVE SER. SO ASSIM PRA PENSAR UMA BABAQUICE DESSAS. E O PIOR E Q GENERALISA. SE VC SO CONHECE MULHERES DESSE TIPO, AZAR O SEU, SAIBA Q NO MUNDO EXISTEM MUITAS MULHERES Q NAO SAO SAO ASSIM COMO VC NOS DESCREVE.
    VC NAO DEVE SER "UM MACHO DE QUALIDADE", SE FOSSE NAO ESTARIA OFENDENDO NENHUMA MULHER.

    CRESCE, ZE MANE.

    ResponderExcluir
  32. Esta dica de olhar nos olhos, eu costumo fazer...

    E eu adoro quando a outra pessoa (que é mais sociável) vira a cara para outro lado ou abaixa o olhar.

    É uma boa dica, aumenta a sua auto-confiança (pelo menos naquela conversa).

    ResponderExcluir
  33. Uma dica pra quem é tímido:

    Abordem pelo menos uma pessoa por dia,mas tem q ser todo dia,você pode abordar mais se quiser,mas faça isso como rotina,igual se alimentar e dormir,sempre aborde e tente iniciar uma conversa.
    Se vc não conseguir abordar de uma punição a si mesmo,como não usar o pc para surfar na internet.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mulheres rodadas: DIGA NÃO

Como lidar com um término de relacionamento

Mangina - O que é? - Parte 1