Rogério Ceni: um exemplo de honra




Inauguro hoje a série "Grandes Homens: Grandes Exemplos" que, ao contrário de comerciais de TV e blogs feministas que acham que homem só serve pra tomar jornalada na fuça, retratará grandes figuras masculinas na sociedade inspiradoras de bons exemplos. 

Rogério Ceni é um dos poucos jogadores honrados ao lado do Marcão, do Palmeiras. Ontem conseguiu uma marca histórica em sua carreira, os 100 gols com a camisa do São Paulo, e nos deixa muitos exemplos, independente de clubismo e rivalidade. A propósito, antes que comecem com o clubismo, aviso que não vou falar aqui do SPFC e sim de Rogério, até porque sou palmeirense. Alistarei agora algumas lições que aprendemos com o comportamento exemplar de Ceni, e porque este é um dos "Grandes Homens: Grandes Exemplos" de nossa sociedade. 

Dinheiro não é tudo - defenda o seu nome 

Entre as várias atitudes exemplares de Ceni, a famosa "enrabada" em Milly Lacombe no ar enterrando a carreira dela numa atitude épica pró-honra, mostrando que dá valor ao próprio nome ao contrário de muitos atletas que só se preocupam com o dinheiro que ganham e não defendem o nome, encarando denúncias como "intriga da oposição", deixando cair no esquecimento ao invés de colocar tudo em pratos limpos.

Ceni honrou a camisa do São Paulo sempre defendendo o clube e nunca se envolvendo com putarias e indisciplina. Exemplo não só para atletas, mas para todos que devem "honrar a camisa" do lugar em que trabalham. Ceni nunca fez greve para jogar em outro time, também nunca se vendeu a empresários e não precisou disso para ter sucesso como pensam os jogadores mais jovens. Sempre cuidou de seu condicionamento físico nunca se envolvendo com drogas, noitadas ou bebedeiras. Nunca fugiu de jogos decisivos e foi o melhor jogador do Mundial ganho honradamente com conquista da Libertadores. Quando jogou mal, como na final da Libertadores contra o Inter, nunca se eximiu de responsabilidades com medo da torcida.

Ceni é um pai de família honrado e honesto, que não sai com travecos e nem dá moto de presente pra traficante. Não aparece bêbado pra treinar e teve bolas de aço pra expor sua carreira com esse negócio de goleiro-artilheiro. Certa vez, após bater uma falta que explodiu na barreira, tomou um gol em contra-ataque num clássico contra o Santos, mas nem por isso desistiu de sua meta de ser goleiro-artilheiro e assumiu a responsabilidade.

O que é ser "chato pra caralho"?

Milton Leite, narrador esportivo da Globo/Sportv e corinthiano, considera Rogério "chato pra caralho", provavelmente porque Ceni fala a verdade e nunca precisou puxar o saco de jornalista pra ter espaço na mídia. Nunca quis ser o "queridinho" da Globo ou bancar o "sofredor" do povo brasileiro. Sempre deu bom exemplo de profissionalismo e valores aos seus filhos. Nunca quis aparecer por outros motivos além de seu próprio trabalho e tá cagando e andando pra Globo, Sportv e adoradores de pseudo-coitadinhos da mídia.

Se ser "chato pra caralho" é falar a verdade, então eu também sou "chato pra caralho". Se ser "chato pra caralho" é honrar a família e não se envolver em putarias com jogadores, então eu também sou "chato pra caralho". Se ser "chato pra caralho" é chegar cedo nos treinos ao invés de chegar bêbado e atrasado se fazendo de coitadinho, então eu também sou "chato pra caralho". 

Se ser "chato pra caralho" é assumir as responsabilidades pelos seus erros e sempre defender seu nome quando difamado sem puxar o saco da mídia, então eu também sou "chato pra caralho".


Marcão e Rogério Ceni: exemplares para alguns, "chatos pra caralho" para outros.


Quando Marcão meteu a real no pseudo-comentarista Neto, citou que Rogério Ceni e ele são amigos, que suas famílias são amigas, que não são rivais como muitos dizem, mas que ele não é amigo de um desonrado que cospe em juíz, mostrando que assim como Ceni não precisa agradar a mídia ou aceitar acusações calado só pra ser o "queridinho". Sou palmeirense e me orgulho de ter cara honrado como o Marcão no meu time. Da mesma forma, tenho total respeito ao Rogério Ceni pela sua honra e o parabenizo pelos 100 gols.

Rogério Ceni é um exemplo para nós, independente do clube em que joga ser nosso time do coração ou não. É um brasileiro que não abandonou seus valores em prol de maior reconhecimento. Nunca foi adepto do "coitadismo" e sempre se preocupou em deixar um bom exemplo de caráter. Num país onde atletas de comportamento questionável são idolatrados e pintados como referência para os jovens, a figura de Ceni faz - e sempre fará - muita falta.

Comentários

  1. Grande postagem, doutrina. Concordo com tudo. Infelizmente, a maioria dos futebolistas idolatrados no Brasil são um lixo de exemplo, e justamente esses acabam tendo mais prestígio. E é triste que as pessoas se deixem levar por paixões clubísticas e não saibam reconhecer grandes esportistas quando os mesmos jogam em um rival. Parabéns ao Ceni e que continue quebrando recordes e pondo mais o seu nome na história.

    Pior que não é só aqui que gostam de jogadores desonrados. Na Inglaterra, devolveram a braçadeira de capitão ao bosta do John Terry.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, parabéns Doutrinador!
    Então eu também sou "chato pra caralho!"


    E pau no cú da Rede Globosta!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Ele é exemplo de profissionalismo, tem uma carreira invejável, é o maior ídolo de um dos maiores (se não for o maior) clube do país e já entrou pra história do futebol há muito tempo.

    Mesmo assim é chato pra caralho. Não pelos motivos citados, mas pela sua arrogância já evidenciada em n oportunidades. É um dos jogadores que eu mais odeio, mas de forma alguma o considero um desonrado.

    ResponderExcluir
  5. Blackjack,

    Não acho o Ceni um cara arrogante, mas concordo que ele é visto assim. Isso acontece pelo costume que temos em sempre ouvir caras "coitadinhos" e politicamete corretos dando entrevista com aquele discurso padrão de jogador. Não Quando um foge do padrão "coitadismo" e resolve ser autêntico, fica parecendo arrogante em comparação com os demais.

    Pra mim arrogante é quem tira sarro, ridiculariza outros, menospreza o adversário etc. e isso nunca vi o Ceni fazer.

    ResponderExcluir
  6. Ceni é foda, mas acho mais foda ainda o marcão pelo óbvio eu sou palmeirense. O marcão sempre foi um cara humilde um homem de honra de verdade

    ResponderExcluir
  7. Um que é honrado demais é o Zico.
    Acho até mais que o Rogério.

    Abraços, Doutrina.

    ResponderExcluir
  8. A ideia de fazer uma série de como esta é fantástica, mas é com pesar que encaro o fato de ser R. Ceni o primeiro a ter a honra.

    Ele não faz jus a tudo isso!

    Pode ser respeitado por suas atitudes como pai de família, ou até como atleta.

    O fato de ser um veterano que sempre se dedicou, aperfeiçoando seus atributos físicos e técnicos, não só pelos treinos, como tb por evitar noitadas e excessos, merece, sim, respeito. NISSO inclui a notável marca de 100 gols.

    Só não podemos expandir essa falácia de "bom-caráter" que ele disfarça muito bem, ou mt bem editado no vídeo, seja como for.

    Dificilmente assume os erros (qdo o faz, são exceções), assume o futebolês (discursos prontos, moldados-nunca tem seus momentos torcedor, como o Marcão), e, nunca esqueçamos, saiu frustrado de uma tentativa de alavancar aumento de salário falsificando uma carta, em que o Arsenal queria contratá-lo.

    Esse cara é um bom batedor de bolas paradas (se bem que, em 14 anos como cobrador oficial, os 98 gols são uma contagem baixa), regular goleiro de hóquei, e nada bom-caráter, ao menos em tratando de carreira profissional.

    Doutrina, o eterno reserva do honrado Marcão não merece espaço aqui!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Realmente fazem muita falta terem mais pessoas como o Rogério e o Marcão, que são exemplos de sucesso através de muito trabalho e honestidade.
    Sou Palmeirense mas respeito muito o Rogério, o fato que tanto pegam no pé do Rogério, é o de não ter sido titular da seleção brasileira, e não obteve isso justamente pela ótima fase que o Marcos vivia naquela época, e acredito que é por isso que todas as torcidas gostam mais do Marcão. Se perguntarmos aos torcedores que não gostam do Rogério, se ele fosse do seu time? Se fosse campeão tantas vezes pelo seu time, será que iriam criticá-lo?
    Além de excelente profissional, que os números e títulos que comprovam, é uma pessoa que não se envolve em escândalos e tem propriedade nos valores que defende, em um país carente de honestidade e bons exemplos acredito que o Rogério serve como uma excessão e que pode sim ser um exemplo aos demais.

    ResponderExcluir
  11. Belo texto Doutrina, a série bem que podia continuar com José Alencar, uum exemplo de honradez.

    ResponderExcluir
  12. Doutrinador, muito bom o texto. A gente precisa de exemplos assim no nosso futebol, pois o Brasil é um país sem heróis, e nós projetamos o heroísmo em nossos ídolos de chuteiras. A respeito de ser arrogante, acredito que Ceni apenas sabe o valor do trabalho dele e do time dele. Organização e disciplina. Sou torcedor do Vitória, mas respeito Marcos e Rogério por serem ATÉ HOJE os melhores goleiros brasileiros em atividade.

    P.S.: Ele chegou a ironizar os corintianos ao dizer que se eles não tinham onde fazer festa, que poderiam usar o Morumbi por serem sem-teto. Falou em rede nacional, na TV a respeito do paulistão de alguns anos atrás.

    ResponderExcluir
  13. Então sou mais um na listas dos '' chatos pra caralho''. Também sou Palmeirence, mas reconheço o cara honrado que é o Rogério Ceni. Ele sim é um exemplo , Não aquele que fica fazendo filhos bastardo e saindo com travecos.

    Ótimo post Doutrina.

    ResponderExcluir
  14. Ouço falar muito bem do Rogério Ceni. Acho que eu também sou chata pra caralho...
    Doutrina, faz um tempo que não comento no seu blog, esta de parabéns, as postagens estão em altíssimo nível como sempre!
    abs

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Eu, mesmo sendo palmeirense, tenho grande admiração pelo Ceni. Ele o Marcos são uma espécie de reserva mmoral do futebol brasileiro. São honrados.

    ResponderExcluir
  17. Leandro,
    Mas teve em um final de jobo que Rogério diz que o time deu uma BAMBIADA,se quiser o link do video é só pedir,ponhe um bambi desses como exmplo de honra? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    zoações a parte,Rogério Ceni e Marcos são honrados,sugiro um post do Kaka.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mulheres rodadas: DIGA NÃO

Como lidar com um término de relacionamento

Mangina - O que é? - Parte 1