O mito da mulher objeto


As feministas dizem que a vulgarização da mulher é culpa dos homens, que estes só pensam em sexo e transam o tempo todo como animais, olhando as mulheres como pedaços de carne e tratando as mulheres como objetos blablablabla. Esse mimimi delas todos já conhecemos.

No entanto, uma análise mais calma e abrangente da vida sexual masculina e feminina mostra que são ELAS que possuem sexo mais intenso durante o vigor da vida e transam CASUALMENTE muito mais que os homens.

Existe uma teoria de Silvio Koerich que ensina que 20% dos homens comem 80% das mulheres. E isto é verdade. Os 80% dos homens comuns comem poucas mulheres ou só vão ter uma vida sexual mais ativa a partir dos 30 anos, quando estão consolidados numa carreira e começar a atrair a atenção de mulheres que treparam com cafas a vida inteira.

Pare e pense, paspalha: se 80% das mulheres cedem ao assédio de 20% dos homens, quem é que está se objetificando? As próprias mulheres que não se importam em disputar uma menor fatia de homens destacados.

Vejam como é a vida sexual de homens e mulheres e comprovem.

HOMENS

 20% dos homens comem 80% das mulheres. E elas gostam disso.

Um homem apaixonado, bonzinho, carente e romântico come, sem contar as prostitutas profissionais e contando apenas as informais, no máximo 4 mulheres até chegarem aos 30 anos. A média creio que ficaria em 2 ou 3, sendo muitos deles virgens ou conhecedores de apenas uma única mulher. A partir dos 30, eles comem mais mesmo sendo matrixianos (carentes apaixonados), pois a essa altura chovem mães solteiras e restos de cafajestes a procura de um homem bem sucedido financeiramente para "sossegar". Já os homens cafajestes, destacados que passam o rodo em várias, são uma minoria disputada por elas.

MULHERES

 Todas histéricas e desesperadas pelo mesmo cara destacado. Quem é que se considera e age como um objeto?

As mulheres em qualquer idade transam muito mais que os homens, mas especialmente da adolescência até os 29 anos, que é quando estão inteiras, gostosas e "no mercado". Depois disso começam a encarquilhar e diminuem o nível de cafajestes querendo traçá-las. É neste ponto que começa a bater o desespero, pois ela já perde terreno para as novinhas que estão no frescor da juventude e prontas para ofertar seus sexos para os mais fodões (leia meu artigo sobre mulheres rodadas). É neste ponto que elas começam a reclamar que são tratadas como objetos, que sempre foram vítimas dos homens e que elas são incompreendidas. Mas mesmo assim, elas ainda transam mais que o homem bonzinho e comum, devido a alta procura por sexo da parte dos homens que não podem competir com cafajestes pelas novinhas e inteiras.

CONCLUSÃO

As mulheres em geral são as primeiras a se considerarem “objetos” ao aceitarem disputar uma minoria de alfas e cafajestes destacados e comedores. Não se importam em sair com atores e cantores famosos mesmo que já tenham tido 300 casamentos, não se importam em namorar com alguém com alta rodagem sexual e tendem a desprezar os inexperientes, virgens e inseguros.

O mito da mulher objeto é falso justamente por isso: elas preferem os canalhas, riem de virgens e BVs, tratam nerds como alienígenas e acham que um homem que sai com várias é atraente porque já passou pelo crivo de várias mulheres. Portanto, elas mesmas se tratam como objetos sexuais ao ceder à disputa por uma minoria destacada.

por Doutrinador

Comentários

  1. Nossa, a mais pura verdade. Até porque ninguém obriga uma mulher a ser vulgar, se vender. O feminismo deu uma abertura a libertinagem e elas culpam os homens por acha-las um objeto. Se uma mulher posa pra uma revista, como que ela não quer ser vista como objeto??? Se ela dá "carinho" e sexo em troca de status, como ela não é um objeto??? E depois que elas fazem isso tudo, querem respeito e alguém que as ame...Afff...graças a Deus eu tô fora dessa!

    ResponderExcluir
  2. Esse post é "uma verdade incoveniente". Está explícito na sociedade que são as mulheres que se tratam como objeto pelo motivo que você mesmo mencionou, mas dizer isso é "politicamente incorreto", então somos obrigados a ouvir que a sociedade é machista e trata a mulher como objeto.
    Ótimo post Doutrina

    ResponderExcluir
  3. Na época do incidente com a Geisy Arruda feministas fizeram protesto em frente a UNIBAN e em outras universidades como a UNB, criticando exatamente a objetificação da mulher entre outros clichês que estamos acostumados a ouvir. Houve até uma carta aberta publicada pela UNE que falava desses assuntos.

    E o que a Geisy fez depois que ficou famosa? Posou nua , fez clipe com o Alexandre Frota e escreveu um livro dizendo que perdeu a virgindade com 13 anos e também revelando que gostaria de transar com dois homens ao mesmo tempo.
    Puro discurso, a maioria das mulheres andam e cagam pra esses dogmas feministas e sempre a sede pelo destacado e a busca por emoções fortes fala mais alto.

    ResponderExcluir
  4. Pura verdade. Se elas mesmas se objetificam, porque não aceitam criticas quanto a isso?
    O pior é quando vejo umas que defendem a Geisy Arruda. Como se ela fosse exemplo positivo pra qualquer coisa. Eu não duvido que ela ainda fará filme pornô e será aplaudida pelos manginas por isso.

    ResponderExcluir
  5. Que argumentação fraquinha, hein!! Nada a ver uma coisa com a outra.

    A objetificação das mulheres se relaciona ao fato dos homens as verem como corpos destituídos de personalidade.

    Um homem pode transar com centenas de mulheres e ainda assim não as objetificar. Uma mulher pode transar com vários homens, sem que isso implique que ela esteja induzindo a uma objetificação.

    Casos como o da Geisy não significam, também, que as mulheres se vejam como objetos e se coloquem assim. É muito fácil de entender: $. Homens gostam de mulheres nuas, pagam por isso. Mulheres ganham $ com isso.

    Se os homens estivessem preocupados com algo mais do que a traseira da Geisy, ela nem pensaria em fazer isso.

    Portanto, mulheres que posam nuas são uma consequência da objetificação delas, não a causa.

    ResponderExcluir
  6. Que engraçado esse post anterior... Argumentação fraquinha digo eu!

    Tu realmente acha que um homem pode transar com CENTENAS ( sic) de mulheres e AINDA assim nao as objetificar, ou seja, que um homem vai transar com centenas de mulheres e ainda assim estar preocupado com a personalidade e sentimentos de cada ?

    Quando vocês vão entender DE UMA VEZ POR TODAS que promiscuidade e objetificação andam lado a lado?

    Feministas são seres que querem sair ganhando por todos os lados, mas não tem coragem suficiente pra admitir isso, ou reconhecer a óbvio impossibilidade de faze-lo. A mulher ser vista como mero objeto, um corpo pro homem meter o pau, é uma consequência lógica da liberação sexual, do " amor livre " e de todas as merdas que as feministas vivem pregando. Admita isso, e pare de se enganar.

    SIM, a Geysy se coloca objeto e apenas procura lucrar com isso, como a maioria das vagabundas. Ela quer usar o próprio corpo pra ganhar, dinheiro, porque sabe que homens gostam de mulheres nuas e pagam isso, e ela NAO está se colocando como objeto? QUEM tu acha que engana com isso?

    E a última frase demonstra aquilo que tanto se falou aqui e em outros blogs: a típica incapacidade feminina da mulher atual de assumir a responsabilidade pelos seus próprios atos.

    ResponderExcluir
  7. O que é um 'corpo destituído de personalidade'? Seria uma boneca inflável?
    O final que é sensacional:
    'Portanto, mulheres que posam nuas são umam consequência da objetificação delas, não a causa'. Perfeito. Assim como bêbados que causam acidentes são uma consequência da violência no trânsito e não a causa.

    ResponderExcluir
  8. Paula não falou nada com nada.

    Foi a mesma coisa de dizer que 2 + 2 = 6

    kkkkkkkk.

    Paula, se as mulheres se objetificassem apenas por dinheiro, como vc mencionou, só existiriam milionárias (pois nas ruas o que mais se vê é mulher se vestindo com decotes provocantes, saias curtas mostrando suas coxas), e não existiriam garotas de programa, pois todas estariam ganhando dinheiro a rodo, mostrando seus corpos na rua.

    Que lógica a tua heim?

    ResponderExcluir
  9. Paula,

    A maioria das mulheres querem mostrar seus corpos com roupas provocantes, apenas para inflar o próprio ego.

    A parcela de mulheres que ganham dinheiro fazendo isso, é muito pouca: Famosas gostosas e prostitutas.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Ótimo texto Doutrinador e as postagens dos confrades.
    -
    O que as mulheres buscam é ostentação social. (4)
    -
    mulheres condicionam sua existência a parte social,são muito sociais[2]
    -
    Me fez pensar no seguinte, aproveitando a analise dos confrades sobre ostentação social, as 80 % das mulheres só dão para cafas/marginais/ricos/famosos/destacados sociais. Pois bem, mulheres são muitos sociais por poder, fama, riqueza, inveja e ego. A vadia com essas conquistas demonstrar para outras como se fosse um troféu ostentando sua vitória e poder, elas são muito superficiais, o por isso do poder de barganha e essa fissura de ficar bonita e gostosa; acha o que, que ela malhar para você? não, é para o destacado; que ela usa aquele short lycra taxado no cu e o xotão e aquele decotado com aquele par de belos seios para você, errado, é para a inflação de ego de manginas/matrixianos/provedores/outras vadias invejosas.
    -
    Resumo: A vida da mulher moderna só se resume à isso, felicidades artificiais momentâneas em competições de putas, elas são seres superficiais e perversas, que fazem qualquer coisa por um maldito reconhecimento social.
    -
    Mais um motivo que elas não gostam de sexo, enquanto ela faz cu doce para o matrixiano, para a destacado ela dá até o cu pela maldita emoção de fazer inveja para as rivais como um maldito troféu social.
    -
    Sem Objeções
    -
    James Bond

    ResponderExcluir
  13. Homem Objeto = cafas/marginais/ricos/famosos/destacados sociais.
    -
    Mulher Objeto = Apenas ser bonita e gostosa, queremos apenas sexo com várias mulheres.
    -
    Quero saber porque os manginas, matrixianos e seguidores de PUA ainda ficam nessa de se humilharem por migalhas de atenção. Essa raça maldita deveria ser fuzilada.
    -
    Um Anti-Social e Tímido nunca vai ser um cara pegador, ao menos que ele fosse um famoso de Tv, mas digamos um anônimo, ele tá fudido, tem ser festeiro, ter vários amigos, ter fama, etc. É algo natural e não forçado por seguidores de PUA e nem por um matrixiano querendo pagar de fodão, as vadias não são burras, é um abismo de comportamento e provas que o cara é destacado.
    -
    Sem Objeções
    -
    James Bond

    ResponderExcluir
  14. Eu gostaria de agradecer ao SÍLVIO KOERICH, ao DOUTRINADOR e ao NESSAHAN ALITA, publicamente através deste humilde comentário, pelo excelente trabalho que eles tem feito me ajudando a compreender a verdade sobre as mulheres e a enxergá-las através de uma perspectiva mais realista e desapegada.

    Como muitos homens das últimas gerações fui educado desde a infância sobre como 'todas' as mulheres são seres sensíveis, românticos, perfeitos, que não erram, mais inteligentes do que nós homens, que amadurecem mais cedo do que nós homens, etc.

    Também fui educado sobre como eu seria um potencial estuprador e criminoso somente pelo fato de ter um pênis e pela ousadia de querer metê-lo numa vagina, ou de tê-lo ereto pela visão de uma bela mulher.

    Posso atestar aqui que todas essas mentiras e equívocos causaram muitos problemas para mim e passei por muitas humilhações, assim como passam hoje em dia muitos homens românticos e bem intencionados que são rotineira e sistematicamente rechaçados como frouxos, "pega-ninguém", "carentes" ou quando muito tratados apenas como "amiguxos" por mulheres que nem sequer ordinárias são. Porque se fossem ordinárias e comuns, valorizariam um homem que as ama e respeita.

    Depois de duras experiências e com o estudo dos aspectos negativos da feminilidade hoje eu me considero um homem muito mais esclarecido e livre destes condicionamentos e castração psicológica, emocional e sexual que me foram impostos desde criança pelo feminazismo, muitas vezes com a cumplicidade muitas desinformada e equivocada de mães, professoras, irmãs, tias... enfim daquelas mulheres que deveriam nos defender do ódio e agressão desse movimento extremamente maligno, que apenas torna o mundo pior e que precisa ser destruído.

    Por isso eu agradeço a Deus em primeiro lugar, porque sempre esteve do meu lado, à minha grande amiga que me ensinou o que é uma mulher de valor, às centenas e lindas atrizes pornô que me ensinaram que minha sexualidade de macho é muito importante para mim e que merece ser respeitada, às prostitutas que são nossas melhores aliadas contra essa guerra suja e hipócrita das feminazis misândricas, e aos nossos honrados amigos Nessahan Alita, Doutrinador e Sílvio Koerich, e também aos homens e mulheres que ensinam os homens a se respeitarem e se valorizar nessa época tão hostil à masculinidade (dentre estes cito o David X, Alan Roger Currie, Christina Hoff Sommers, Romeo Montaje, Jeff Feldhahn e Shaunti Feldhahn).

    Paz e bem!

    ResponderExcluir
  15. P.S.: Também merecem meus agradecimentos todas aquelas mulheres que nos amam e nos respeitam, retribuindo com carinho e sexo o nosso afeto e respeito por elas, compreendendo que nosso desejo sexual por elas é a maior demonstração de amor que podemos lhes dar. Ao que me parece não são muitas, mas sei que vocês existem e valem mais de que todas as outras.

    ResponderExcluir
  16. "E a última frase demonstra aquilo que tanto se falou aqui e em outros blogs: a típica incapacidade feminina da mulher atual de assumir a responsabilidade pelos seus próprios atos."

    O feminismo é um movimento que nunca devia ter sido permitido. Os homens deveriam ter reprimido esse movimento desde o início. É insano, inconseqüente, injusto e agressivo aos homens desde o princípio. Ninguém tem o direito de culpar os outros pelos seus próprios erros e ações. Todos, seja homem ou mulher, tem o dever de se responsabilizar pela sua vida, atos e escolhas. Mas o feminismo vem atribuindo culpa aos homens por todos os seus problemas nas últimas cinco ou mais décadas.

    Esta agressão da feminazis gera um duplo mal: castra psicologica, emocional e sexualmente milhões de meninos bons e saudáveis, ao mesmo tempo em que alimenta o egocentrismo e narcisismo em milhões de meninas, que depois passam a abusar dos homens bons e decentes (castrados desde a infância pelo discurso feminazi) enquanto se "se objetificam" para "destacados", sem compreenderem quais são os verdadeiros valores femininos e maternos. Depois quando o tiro sai pela culatra e muitas ficam rodadas e mães solteiras, ainda assim acham que são um prêmio a ser conquistado (pelos mesmos homens bons e decentes que elas consideraram inferiores antes) e com direito a casamento de vel e grinaldas (o branco simboliza a pureza e castidade).

    Coincidentemente as feminazis ganharam força e se rebeleram somente nos países cristãos onde se apregoou o respeito à mulher, e numa época em que o mundo (especialmente o Ocidente) experimentou grande prosperidade e conforto material.

    Quando os tempos eram duros, os trabalhos fora de casa eram todos pesados ou muito arriscados e os homens frequentemente tinham que guerrear para defender território e suas casas e famílias, elas se contentavam em ficar em casa cuidando dos filhos e do marido. Quando conseguiram ir ao mercado de trabalho graças aos escritórios, edifícios, carros, elevadores, estradas, máquinas, computadores, etc. que os HOMENS inventaram e construíram, então elas resolveram se rebelar e culpar os homens (os bons e decentes que as escutam, é claro) por todos os seus problemas, passando a agredi-los.

    (continua)

    ResponderExcluir
  17. E puderam fazer isso nos países cristãos principalmente, onde elas gozam de mais respeito e liberdade. Então decidiram se voltar contra os homens bons e decentes e cristãos, relegando-os ao papel de mero provedores e escravos emocionais, enquanto elas buscam um elusivo orgasmo vaginal com algum "destacado" (segundo os critérios emocionais profanos, egocêntricos e narcisistas), fazer abortos já que elas têm aversão à maternidade e crianças (sim, para elas ser mãe também é uma opressão imposta pelos homens), criar cachorrinhos poodles e finalmente partir para o lesbianismo.
    Ou seja, as feminazis estão destruindo o legado de Cristo, retribuindo com ódio e agressão emocional das mais variadas formas o respeito e liberdade que receberam dos homens cristãos. Por isso é um movimento extremamente maligno e perverso, que atingue duramente a masculinidade, a paternidade, a feminilidade, a maternidade e a família (e a sociedade por conseqüência).

    As feminazis nunca irão admitir que erraram, porque na verdade o feminismo é fundamentado em falácias e premissas falsas, montadas por mulheres mentirosas, histéricas e misândricas (misandria = ódio inconsciente aos homens). Não adianta argumentar com elas. Em tudo elas enxergam uma "opressão masculina", já que são extremamente histéricas. É necessário dominá-las e subjugá-las pela força.

    Na verdade, inconscientemente trata-se de uma "solicitação" delas para serem dominadas e subjugadas pela força e violência masculinas, que é o resultado final de suas agressões emocionais, incoerências e comportamento caótico que acabam apenas por aumentar a misoginia entre os homens (misoginia = ódio às mulheres). E também será a única forma pela qual elas poderão conter os seus demônios interiores que as compelem à agressão, e encontrar a paz, já que não são capazes de contê-los pelos seus próprios méritos e virtudes.

    Como sabemos pelas leis da física, para toda força existe um contra-força. Quanto mais se expande o feminazismo e suas agressões emocionais aos homens, mais forte vão se tornando os elementos de uma contra-força, que neste caso será opressora às feminazis.

    Por isso tenho dito e pedido às mulheres de bem, autenticamente femininas, que se contraponham às feminazis o quanto antes. Do contrário, muitas honestas acabarão sofrendo as consequências também.

    O feminismo precisa ser destruído e qualquer meio é válido.

    ResponderExcluir
  18. Paula

    Seu argumento pode ter até uma lógica, mas não justifica.

    Então já que o homem acha que eu não tenho personalidade e sou um objeto, eu tenho que me vender?? Um erro não justifica o outro!

    Aí é que esta a questão. Muitas mulheres querem ser iguais aos homens, querem pagar na mesma moeda.

    Uma coisa que eu tinha lido aqui mesmo nesse blog, e o seguinte: "O homem precisa de status, dinheiro pra ter quantas mulheres quiser. Já a mulher só precisa abrir as pernas". Frase que é a pura verdade!

    Independente da vontade alheia vc vira objeto se quiser! Ninguém obriga uma mulher a ser vulgar só porque pensa que ela não tem personalidade.

    OBS: Adorei o comentário do anônimo a cima.

    ResponderExcluir
  19. Lembrando que eu não gosto de criticar essas mulheres vulgares, muitas delas são lindas mesmo, só não são um parâmetro de comportamento pra mim.

    Qual mulher não gosta de ser vista como a "fatal" e "gostosa" pro seu marido?? Todas né...Até mesmo uma mulher de bem gosta de saber que é atraente pro seu parceiro. Critica-las duramente é inveja.

    Minha humilde opinião.

    Abraços

    ResponderExcluir
  20. Nah... num precisa destruir o feminismo, nem as feministas. Elas irão se detruir por si sós.

    Aos 30 anos, os meninos 'viram' homens aos olhos de todos, isso já está no senso comum. Aos 30, se a mulher não casou, 'está ficando pra tia'.

    Não é necessário forçar nada. Deixem elas colherem o que plantam, o karma nunca falha a ninguém.

    Deixemos Cronos cuidar de tudo, nada escapa aos seus olhos...

    ResponderExcluir
  21. Aquela feminista tem uma total falta de conhecimento da natureza do homem

    O homem valoriza a mulher pura q se veste com roupas decentes q é virgem ou pouco rodada.
    Esse tipo de mulher serve para relacionamentos.

    A mulherr q é promiscua, usa roupas curtas e se trata como um objento q só serve para sexo, e é um objeto sexual.

    Portanto a mulher tem a escolha de ser objeto ou ser decente.
    A mulher q escolhe a opçao 1 é a causa da objetificaçao dela

    Paula pare de por a culpa toda nos homens pois quem escolher ser objeto é a propria mulher.

    ResponderExcluir
  22. Viviane
    o q a Paula tentou fazer é o q sempre discutimos...
    o eterno vitimismo feminino

    ResponderExcluir
  23. "Não é necessário forçar nada. Deixem elas colherem o que plantam, o karma nunca falha a ninguém.

    Deixemos Cronos cuidar de tudo, nada escapa aos seus olhos..."

    Sábias palavras, caro amigo. Quanto aos homens, também é necessário que se guiem sempre pela razão não admitindo quaisquer jogos emocionais ou desrespeito, rejeitando aquelas que brincam com os seus sentimentos e dos outros de forma incisiva e máscula.

    Aliás, isto já está acontecendo de certo modo. É por isso que muitos homens não tomam mais iniciativa, ficam arredios, etc.

    Como os homens são emocionalmente frágeis eles tendem a se apegar à razão e por isso tendem a ter um senso de justiça mais desenvolvido e a tomar ações mais drásticas.

    E de certo modo, esse instinto de apego à razão e ao seu senso de justiça é ao mesmo tempo a voz de sua intuição interior, o seu "sexto sentido".

    Por isso que os homens preferem as virgens para casar e embora nunca irão admitir isto, sempre ficam desconfiados e com um pé atrás ao se depararem com uma mulher rodada. É o instinto falando mais alto, alertando para o perigo.

    Deus é perfeito em tudo o que faz, realmente. E cuida de tudo.

    ResponderExcluir
  24. Gente, percebam uma coisa...

    Mulheres mostram o corpo porque isso é o que atrai um homem. E não estou falando de posar nua ou coisa do tipo, mas de mulheres comuns.

    E isso em qualquer escala. Não precisamos nem citar funkeiras com microsaias e tops. Mesmo uma mulher que se vista de forma discreta quer ter seu corpo valorizado.

    E porque? Oras, é o jogo da atração sexual. Um homem não vai estar interessado nos conhecimentos de física de uma mulher; ele está mais interessado nos seus seios! As mulheres não INVENTARAM o hábito de exibirem seus corpos, isso é uma clara resposta a uma demanda.

    Isso é o que se chama de objetificação, e ela é mais do que ÓBVIA. Mesmo um homem que se envolva com uma mulher, case-se com ela, provavelmente num momento inicial percebeu única e exclusivamente seus atributos físicos.

    Mas isso não é um problema. Essa é a forma como a libido masculina funciona, selecionada há muitos milhares de anos atrás.

    A natureza está pouco se lixando se gostamos ou não da forma como ela atua. É ridículo pensar em "ética" nesses termos.

    Se fosse assim, a própria seleção que fazemos, sexualmente falando, deveria ser eliminada. Um homem que só gosta de loiras está, então, sendo pouco ético com as morenas? Ou uma mulher que só goste de homens altos estaria sendo um Hitler dos homens baixinhos? Oras, não faz sentido. Um corpo é um atributo como qualquer outro, como a inteligência ou o humor.

    O problema dessa objetificação é quando vem acompanhada de misoginia. Existem homens que desprezam as mulheres de forma tal que só enchergam o seu corpo, como quando vemos um leitão e já o imaginamos na forma de assado em nossa mesa. rs

    Um exemplo de quem faz isso são os HDB. Basta ver as comunidades deles.

    É nesse sentido que eu disse que um homem pode transar com várias mulheres e não objetificá-la. Não é preciso um grande envolvimento para isso.

    Então vejo um grande problema neste texto, além das associações que já citei e me pareceram pouco concisas.

    O problema é justamente negar a objetificação, jogando a culpa na mulher. Isso a torna pouco natural, quando na verdade um homem se sentir atraído primariamente pelo corpo feminino É natural. É como se o próprio autor do texto considerasse errado.

    Mas um homem que se sente atraído primariamente pelo corpo não vai achar necessariamente que ele tem o direito de estuprar quem ele quiser, por exemplo. Uma mulher que mostre o corpo também não está visando isso. É nesse tipo de coisa que entra o estreito limiar entre o que é natural e o que é bizarro.

    Mas existem HDBs. Existem estupros muito antes de existir pornografia e roupas provocantes, e em países onde isso não entra.

    Portanto, o vitimismo aqui é por parte dos homens. Uma negação cega do óbvio para se colocarem sempre como pobres coitados á mercê das temíveis mulheres, tão poderosas e ao mesmo tempo tão inferiores a eles.

    Essa guerra dos sexos é ridícula, e as argumentações muito pouco refletem sobre a realidade. Homens se estrepam, mulheres se estrepam. Ás vezes são vítimas, ás vezes são algozes. Simples assim.

    ResponderExcluir
  25. os argumentos da Paula são fracos.

    Paula: "Portanto, o vitimismo aqui é por parte dos homens. Uma negação cega do óbvio para se colocarem sempre como pobres coitados á mercê das temíveis mulheres, tão poderosas e ao mesmo tempo tão inferiores a eles."

    Realidade: "O homem precisa de status, dinheiro pra ter quantas mulheres quiser. Já a mulher só precisa abrir as pernas". (2)

    Paula: "Homens se estrepam, mulheres se estrepam. Ás vezes são vítimas, ás vezes são algozes. Simples assim. "

    Realidade: "80% dos homens só conseguem sexo raramente. 80% das mulheres podem fazer sexo quando quiserem, com quem quiserem, mas só desejam os 20% mais destacados (alfas). um homem destruido emocionalmente (vítima) não encontra uma nova mulher rapidamente, a não ser que seja alfa. uma mulher destruida emocionalmente (vítima) é rodeada de homens e supera a situação mais facilmente, e ainda consegue causar ciúmes no ex."

    ResponderExcluir
  26. Paula: "Homens se estrepam, mulheres se estrepam. Ás vezes são vítimas, ás vezes são algozes. Simples assim. "

    Comentário nada a ver. O número de homens que morrem e se fodem no trabalho é muito superior ao número de mulheres. Sem contar que as maiores vitimas de violência são homens. Verdade seja dita: a maioria das mulheres não passuem senso de justiça e tem prazer em ser algoz ou se relacionar com um. Falar que homens e mulheres se estrepam e são algozes com tom de equivalência é idiotice.

    ResponderExcluir
  27. Viu só, onde está o vitimismo? hahaha

    Bom, já dei minha opinião. Asta la vista, pessoas!

    ResponderExcluir
  28. Sim óbvio q o corpo fisico atrai os homens e o status atrai as mulheres, é a natureza. Mas culpar os homens por atitudes de responsabilidade inteiramente femininas é no mínimo cômico...
    A questão é :

    vamos viver segundo os instintos básicos de nossa natureza: efemeridade, inconstÂncia, simples desejos animais, opressão,infidelidade (quando busca satisfazer seu ego através do sofrimento de outrém, de forma insincera)?

    OU

    Viver de forma ética, cômoda, procurando o bem-estar geral de todos de forma sincera?

    O instinto é cruel, mas a nossa razão não. Por isso é um pecado comparar o homem a animais limitados ao simples instinto (pecado não, "leiguice" mesmo).
    Tanto homens como mulheres erram nesse ponto. Mas vamos assumir as culpas né? Se ela se exibe, se objetifica, ela é culpada por isso. Se é vista como simples carne, foi ela quem pediu. Se o homem só valoriza o corpo da mulher sem ligar a minima ao carater,pague suas consequencias também (na verdade esses ganham o bingo). Mulheres parem de valorizar esses tipos!

    Mas é óbvio que além do físico o que mais atrai um homem é a alma feminina, simplicidade, sinceridade, carater. Uma "feia" virtuosa conquista um homem de verdade sem precisar de dotes fisicos exacerbados. Companheirismo é o que mais atrai e mantém o homem. Tamanho da bunda ou seios não define se ela é boa na cama ou não.


    Não é vitimismo alertar que as mulheres sao culpadas pelas suas próprias atitudes. É mostrar o real culpado da história. Um argumento nojento feminazista, é aquele onde o homem oprime, o homem mata, rouba, estrupa, ele é mau... Isso é ridiculo! Mulheres correspondem a outra metade social e são cumplices do machismo idiota (aquele que realmente oprime mulheres, não o "machismo esclarecido", que busca reidentificação masculina ) e deficiencias sociais. Na caça as bruxas, vemos que várias mulheres entregavam suas congêneres a Inquisição. Cade o homem mau? A culpa lhe é única? Mesmo se no Brasil fôssemos machistas estúpidos, se vc segue a tendência social sem ressentimento filosófico e ainda põe a culpa nos homens por isso, só confirma as teorias vistas nos blogs da real: "seguem a moda social e jogam suas culpas nos homens bons enquanto valorizam os perversos"(que papo é esse de pegador que não objetifica?). Quanto ao estupro o que ele tem haver com o tema que é a insinceridade de muitas mulheres? Estrupador não escolhe mulher vestida de tal roupa. Isso é lenda.

    ResponderExcluir
  29. Acho que apesar de ser verdade, o texto em si pega um pouco 'a parte pelo todo', seria ridiculo eu afirmar que exeções existem já que isso é obviu em qualquer campo humano, estou falando que mais do que mulheres que se fazem de objetos existe mais ainda homens não honrados.

    ResponderExcluir
  30. Eu ri dessa Paula, ela vem com um argumento mas furado que meia velha dizer que os argumentos do Doutrina são "fraquinhos".

    'A objetificação das mulheres se relaciona ao fato dos homens as verem como corpos destituídos de personalidade.'

    A lógica é simples: Se um homem vê uma mulher como um objeto sem personalidade, é porque ela se importa com tal, e quer ser vista como tal, oras.

    Só vi aí um "argumento" furado, que tá mais pra um vitmismo furado mesmo, tentando transferir a responsabilidade pelo fato delas (Muitas mulheres, mas não todas!) serem vistas como objetos para os homens, esquecendo-se que antes disso, são elas se põe como objetos, por isso, são vistas como tal.

    É a velha tática de não assumir a responsabilidade por seus atos e sutilmente transferir a culpa pros homens.

    BIG FAIL.

    ResponderExcluir
  31. Excelente Artigo, pois tá na cara que elas são TOTALMENTE responsáveis por essa objetificação, pois se querem ser respeitadas, porque então não obrigaram a mídia a incentivar as mulheres a se vestirem de maneira decente e honrada?

    Fazem isso unicamente porque GOSTAM de serem cobiçadas, pois o tesão delas está em quantos trouxas a desejam, e esse PODER de sedução as fazem se vestirem de maneira cada vez mais vulgar.

    E essa Paula é ridícula, com argumentações típicas de feminista, colocando, claro a responsabilidade no homem, como se os homens tivessem obrigação de tratar como rainha alguém que se veste como puta.



    Paula: "Homens se estrepam, mulheres se estrepam. Ás vezes são vítimas, ás vezes são algozes. Simples assim." (Histeria de Risos)

    Que argumentação tosca, com o intuito de fazer-nos acreditar que todos terão chances de se dar bem em um relacionamento, mas a REALIDADE é beeeem diferente.



    Paula: "Mulheres mostram o corpo porque isso é o que atrai um homem."

    Desculpa esfarrapada, pois se vejo uma mulher vestida como puta, como você acha que vou tratá-la? Como uma dama?



    Paula: "E porque? Oras, é o jogo da atração sexual. Um homem não vai estar interessado nos conhecimentos de física de uma mulher; ele está mais interessado nos seus seios! As mulheres não INVENTARAM o hábito de exibirem seus corpos, isso é uma clara resposta a uma demanda.

    Isso é o que se chama de objetificação, e ela é mais do que ÓBVIA. Mesmo um homem que se envolva com uma mulher, case-se com ela, provavelmente num momento inicial percebeu única e exclusivamente seus atributos físicos.

    Mas isso não é um problema. Essa é a forma como a libido masculina funciona, selecionada há muitos milhares de anos atrás."


    Reparem que ela coloca o homem como um tarado que só quer ter relações com ela UNICAMENTE por causa do sexo, tentando em vão justificar a maneira lamentável de se vestir das modernetes.



    Parabens Doutrinador, continue assim, e ... FERRO nas feministas.

    ResponderExcluir
  32. Resumindo:
    Essa Paula é uma mulher que já transou com vários, ao ler isto se ofendeu e viu que estava errada, como todas do mesmo “naipe” dela.. Nunca assumem o erro!

    Ahhh..
    E se ela vier com esse papo de que você não assim (Paula), mas não concorda com esse pensamento, é porque no fundo ela está louca pra sair “namorando”[dando] por aí. É obvio, como a maioria das mulheres: ou são vadias (objetos) ou usam mascaras de santas pra disfarçar o real desejo de sair por aí, no popular: mostrando as “virilhas”.
    Paula me poupe disso!
    Cansei de ver garotas nerds, bonitinhas, santinhas do tipo que papai prende em casa e quando se solta... CREDO!
    A verdade é que vocês mulheres tratam homens como objeto pra testar seus poderes de sexapio e inflar o ego, depois os paspalhos apaixonados se desiludem e caem na vida e não dão valor a mais nada. Viram “cafas” de desgosto, e outros no desespero namoram e casam com uma pior ainda que já chegou nos seus 32 anos e agora que constituir família ¬¬’
    Afsss..


    (Não estou generalizando, as poucas mulheres de valor têm meu respeito ^^)

    ResponderExcluir
  33. Paula:
    “E porque? Oras, é o jogo da atração sexual. Um homem não vai estar interessado nos conhecimentos de física de uma mulher; ele está mais interessado nos seus seios!”

    -----Gostava de uma mulher gorda, cheia de espinhas, pobre e muito inteligente.
    Troquei populares, mulheres lindas e “gostosas”, pra ficar com alguém que apesar da pouca beleza me cativou.
    Sabe por quê?
    -Eu vi que ela era diferente, aprendi a ver qualidades que antes eu não conseguia. Sim já tratei mulheres como objetos, mas porque elas davam vazão para serem tratadas assim, porque a minha “gordinha” se caso eu fizesse algo do tipo com ela: Adeus!
    “Mulheres são tratadas como objetos porque agem como tal”
    Vou ser bem sincero: uma mulher que já teve má fama.. Pra mim ela pode nascer de novo, que de mim só o respeito como pessoa mesmo, porque valor ela não tem nenhum!

    PAULA ME RESPONDE ESSA: (!!)
    -Me diz como eu vou amar, me apaixonar, me entregar por uma mulher que já transou com todos meu amigos, que já perdeu as “pregas”, conhece cada centímetro de um pênis, enfim...
    Que valor tem uma mulher dessas?
    -Sair pra passear com ela do lado, e apresentar ela pra alguém e esse alguém dizer:tua namorada eu já comi!
    -Sair com ela na rua e tudo quanto é macho já ter tirado uma prova ¬¬
    Responde isso pra mim Paula!
    Eu não estou falando daquela vadia que sabe o que fez e está nem ai, mas sim daquela que foi vadia um dia e resolveu parar. Você acha que eu vou pedir uma mulher dessas em noivado? Enquanto eu posso fazer mil promessas, transar com ela de tudo quanto é jeito e depois passar adiante...
    Lembre-se: ela nos tempos de vadia começou a se tratar como um objeto.
    Isso também vale para o homem cafa, ele não passa de um objeto, que qualquer mulher em um mal tempo tira uma prova dele e quando quiser algo mais sério não vai conseguir.. (a não ser que tenha vida estável, pois dinheiro muda a visão das pessoas ^^).
    Paula, espero que você não seja uma qualquer ou uma ex qualquer. Te desejo sorte, e digo que você está errada, pois se estivesse certa eu concordaria contigo numa boa. Homem honrado presa pela justiça!
    Prefiro minha gorda que hoje é só minha amiga, mas me fez ver que ainda existe mulher direita nesse mundo perdido!

    Obrigado pelo espaço Doutrina^^

    ResponderExcluir
  34. Paula: "E porque? Oras, é o jogo da atração sexual. Um homem não vai estar interessado nos conhecimentos de física de uma mulher; ele está mais interessado nos seus seios! As mulheres não INVENTARAM o hábito de exibirem seus corpos, isso é uma clara resposta a uma demanda."


    Tive até que ler novamente para confirmar, a argumentação foi tão ridícula e falaciosa que foi difícil de acreditar que eu tinha lido corretamente...

    Em primeiro lugar, sexualmente falando, é óbvio que a visão do corpo feminino exposto é altamente atrativo para os homens, TODAS as mulheres sabem disso... TODAS as mulheres sabem dessa "demanda"... MAS, MESMO SABENDO O QUANTO É APELATIVO PARA OS HOMENS UM CORPO FEMININO EXPOSTO, SE A MULHER NÃO QUER SER VISTA COMO OBJETO SEXUAL, POR QUE CARGAS D'ÁGUA USAM MICRO-ROUPAS, DEIXANDO SEUS CORPOS EXPOSTOS E, CONSEQUENTEMENTE, ATENDENDO A "DEMANDA" (DE FORMA DELIBERADA)????????

    Se a mulher, ciente do quanto o corpo feminino exposto pode chamar a atenção dos homens, ainda assim decide "ofertar" a imagem do seu corpo exposto para, DELIBERADAMENTE, atender a "demanda", o problema é dela... Só não me venha com discurso feminista colocando toda culpa no homem...


    Seria o mesmo que a hipócrita da Geisy Arruda, ela colocou um micro-vestido, todo colado no corpo (com o óbvio objetivo de chamar a atenção e inflar seu ego as custas dos babacas e incautos de plantão) e, quando as coisas saíram do controle, ela posou de vítima, com a maior cara-de-pau, nas mais variadas mídias sensacionalistas... É lógico que os babacas (que pareciam virgens que nunca tinham visto mulher), sem nenhum controle sobre si mesmos, tiveram culpa no incidente, mas, nada teria acontecido se a Geisy tivesse o bom-senso e o discernimento de se vestir adequadamente para um ambiente de estudos... Ela quis chamar a atenção e conseguiu... Até aí tudo bem, só não me venha com discurso hipócrita... Assuma a responsabilidade, porra!!!

    Seria o mesmo que ir, deliberadamente, vestindo apenas bermuda e chinelos em um casamento, com objetivo de chamar atenção, e, depois de conseguir o seu objetivo, começar com um discurso hipócrita e carregado de vitimismo...

    PS: Me dava até ânsia de vômito quando eu via os discursinhos hipócritas e ridículos dos babacas da mídia que ficavam defendendo a santinha Geisy...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Coisas que você precisa aprender: agir como homem

Mulheres rodadas: DIGA NÃO

Mangina - O que é? - Parte 1