cartaz do filme "The Break-Up" (2006)

Ao contrário do que ensinam os filmes babacas da Disney, relacionamentos normalmente possuem finais nada felizes. Casos de traição, pés na bunda sem explicação, meses de sofrimento, paixão (vício) que leva a crimes passionais etc. Se você terminou o relacionamento de forma traumática, está na lama e não consegue se levantar, vou dar algumas dicas aqui no blog para diminuir seu sofrimento pós-término e fazer você se tornar um homem melhor. Uma coisa que acontece muito quando um relacionamento se acaba é a "guerra-fria" pós-termino.

A "guerra-fria" pós-término é quando a guerra continua mesmo após o cessar-fogo da separação. Isto é, quando os dois (ou um dos dois) não supera o término e continuam trocando farpas, mantendo rusgas ou ainda monitorando os passos do outro para ver se estão piores ou melhores depois que terminaram.

É o ego falando "preciso ver o outro na merda, para ter certeza de que ele está pior sem mim e conseguir recuperar minha auto-estima". Muitas mulheres por exemplo, adoram pensar "estou aqui livre leve e solta, sendo assediada na balada, no meu auge físico e ele deve estar comendo minha merda enquanto chora num quarto escuro". É por isso que, embora reclamem apenas para manter as aparências, muitas mulheres adoram terminar relacionamentos e ter o homem correndo atrás, carente e dependente dela, arrependido, pois essa subserviência deles alimenta o ego delas e as faz ter certeza que "era muita areia pro caminhãozinho dele".

A verdade é que quanto mais na merda você ficar depois de terminar um relacionamento, mais prazer a outra parte terá (é por isso que depois de terminar normalmente as mulheres querem "continuar amigos", para poder monitorar todos os passos da sua vida pós-relacionamento).

Essa manipulação acontece e aqui seguem algumas dicas para driblar isso e começar a se reerguer:


1. Fique incomunicável (fora do alcance do "radar")

Para que essa "guerra-fria" pós-término aconteça, é preciso que ainda existam relações ou contatos em comum entre vocês. Antigamente eram necessários amigos em comum dispostos a fazerem "leva-e-trás" de notícias ou que um dos dois continuasse apaixonado e mantendo frequente contato na esperança de reatar. Hoje em dia existem as redes sociais e esse "monitoramento" se tornou muito mais fácil. Por isso, se você ainda não se recuperou do término do relacionamento, tranque ou mesmo exclua seus perfis em redes sociais. Um simples "eu tenho mais amigos do que ele" pode ser motivo para ela te tirar como fracassado.

Ao se manter distante dos radares ficará mais difícil te monitorar, ao passo que deixar sua vida como um livro aberto no Facebook tornará mais fácil para a outra parte analisar o quão depressivo você está e maquinar difamações contra você. E não adianta mentir no perfil dizendo que está bem quando não está. Pare de perder tempo e exclua logo essa imbecilidade.


2. Não aceite o "continuar amigos"

Não ser inimigo não significa ser amigo. Esqueça a manobra politicamente correta de terminar um relacionamento e continuar tendo convívio íntimo com a pessoa, trocando mensagens, mantendo papo furado, etc. Isso não existe. Não há problemas em terminar o relacionamento numa boa sem arrumar um inimigo mortal, mas que depois do término cada um siga para seu canto. Quanto menos contato tiverem, melhor, pois como já expliquei, "continuar amigos" pode ser apenas uma desculpa para continuar monitorando os seus passos ou até mesmo uma oportunidade de provocar ciúmes em você assim que possível, tornando essa "amizade" como uma queda-de-braço.


3. Evite amigos que façam "leva-e-trás"

Se você seguiu as dicas que publiquei sobre precauções no namoro, sabe que inserir a mulher em seu círculo social não é bom pois ao terminar será difícil tirá-la dele. Corte relações com amigos que possam fazer leva-e-trás entre vocês ou que fiquem muito divididos querendo "reconciliá-los" irritantemente. Faça novos amigos, expanda seu círculo social e fique menos disponível ao círculo de amigos que vocês ainda possuem em comum.


4. Seja egoísta

Sim, pense em você. Pare de ser um bundão que fica em casa chorando pensando em como "poderia ter sido alguém melhor para ela", ou "como poderia ter evitado X se fizesse Y" igual um paspalho. Ela não é uma criança indefesa e nem mesmo uma deusa perfeita e infalível, portanto também teve culpa e erros que contribuíram para o término. Agora pense apenas no seu desenvolvimento. Apague fotos e lembranças, pois você precisará de toda sua energia voltada para você. Se você é um desses fofoqueiros viciadinhos que não consegue parar de bisbilhotar o perfil da ex para ver o que ela anda fazendo, tome vergonha na cara e exclua todos os seus perfis nas redes sociais. Desapegue-se completamente e vire o foco para você.


5. Não adquira nem alimente ódio

O ódio prende tanto quanto a paixão. Se você odeia sua ex mesmo depois de terem terminado é porque a ausência dela lhe ofende, já que normalmente somos indiferentes àqueles que não nos fazem falta. Não se engane dizendo que "não sente mais nada por ela" enquanto fica enchendo o saco dos seus amigos relatando podres dela mesmo se ninguém ter perguntado. Você não engana a ninguém com essa atitude, só a si mesmo. Lembre-se: somos indiferentes à ausência de pessoas que não nos fazem falta. Se você não é indiferente, então não esta´completamente desapegado - apenas trocou a paixão pelo ódio (o que te prende e prejudica do mesmo jeito).


6. Não fique na lama

Quanto mais gordo, quanto mais depressivo, quanto mais quebrado financeiramente, quanto mais perdido, quanto mais sem mulher, quanto mais derrotado profissionalmente você ficar, mais ela gozará litros pensando na sua desgraça, como numa espécie de vampirismo. Não se entupa de salgadinhos feito um porco nem caia na armadilha de sair por aí com amigos fanfarrões enchendo a cara e gastando dinheiro com baladas imbecis. Mudar a rotina não significa cair no mundo da putaria. Aproveite para cuidar da saúde, se alimentar direito e fazer algum exercício físico que vai te ajudar a aliviar o estresse e de quebra dar um tapa na tua auto-estima.

Se você não melhorar com essas dicas, eu mudo de nome.

PS.: Não, não vou citar aqui o clichê de que o ideograma chinês para crise é composto dos ideogramas para "Perigo" e "Oportunidade", pois crise em chinês é crise mesmo. Ninguém gosta de crise, e não há nada positivo em estar em crise. Isso de crise = oportunidade foi criado para vender livro de auto-ajuda para executivos (afinal, quais as chances de algum executivo estudar chinês para verificar se isso é verdade? É mais fácil acreditar e colocar isso na declaração de missão da empresa).


Já respondi mais de 8 mil perguntas no Formspring, Ask.fm e outros sites. Confira aqui algumas selecionadas pelo leitor Garfield.

pô Doutrina, vc é contra o aborto, assim com o Maringa? Pensei que você estivesse livre desses fundamentalismos religiosos.

Sou contra o aborto mas não tem nada a ver com religião, é opinião pessoal e saúde pública/mental. Simplesmente acho que o aborto livre é transferir uma punição (morte) a alguém inocente. Existem métodos contraceptivos a disposição de todo, se o paspalho ou paspalha ignora então que assuma sua responsabilidade. Liberar o aborto pra mim é um incentivo a irresponsabilidade no ato sexual e pode acarretar até um novo surto de DST e AIDS já que muitos metem com camisinha só por causa de prevenir filhos.

Mulher trai por trair? Ou só trai se o namorado/ esposo "der motivos" pra ela trair?? Se ela não dá deixa "pistas" de traição, trata bem o parceiro, o namoro não tem brigas nem discussões, é possivel ela trair secretamente?

Isso de "dar motivos" não passa de uma tentativa obscena de transferência de culpa. Ela sai com algum canalha e depois diz que a culpa foi sua porque "quem não dá assistência abre concorrência". Esqueça isso, por mais que a vítima da traição tenha defeitos, a culpa maior sempre será do traidor. Um agravante no caso das mulheres é que a traição feminina geralmente tem requintes de crueldade, do tipo transar com um ex-namorado canalha que o atual odeia, transar na cama do marido, transar com o melhor amigo dele etc. O que mais as excita na traição não é a sensação do sexo em si, mas todo o turbilhão de emoções gerada pelo proibido. Raramente elas traem secretamente sem pistas, pois deixar pistas do crime turbina a emoção. O fato dela ser excessivamente atenciosa e bondosa já pode ser uma pista dependendo do histórico dela com vc.

Você fala tanto para os homens não se mostrarem apaixonados... E se a menina está querendo algo mais sério, namorar mesmo, como ela vai saber se o cara tá fingindo estar desinteressado. Como a menina vai confiar? Qual é a tática nesse caso?

Há uma grande diferença entre paixão e atração. O cara pode muito bem se sentir atraído por vc, gostar de estar contigo, transar feito um vira-lata, ter momentos bons juntos etc mas sem bancar o paspalho apaixonado. Um homem desapaixonado não se torna frio o tempo todo porque paixão nada tem a ver com atração (vivo dizendo aqui para não polarizar). Além disso, uma mulher honrada não avalia o interesse do homem pelo seu nível de apego romântico, pelo número de babaquices amorosas que ele faz mas sim pela seriedade com que ele honra o compromisso e da maneira justa que ele lida com ela.

Como se livrar do nervosismo na hora de apresentar seminários mesmo sabendo que todo mundo caga e peida que nem eu?

As pessoas nunca sabem exatamente o que vc vai dizer, portanto não fique se preocupando em decorar ou na hora vai esquecer e se cagar todo. A maioria das pessoas nesses seminários está ali por mera formalidade e durante o seu discurso estão pensando em sexo, vídeo-game, o que vão fazer no final de semana, etc. Portanto, mesmo que as pessoas estejam olhando pra vc, não fique pensando que todos estão avaliando cada palavra do que vc diz. A maioria está viajando a quilômetros dali. Basta dominar o assunto proposto (sem decorar para evitar o "branco") e meter a real. O que mais impressiona num discurso ou seminário não é o que a pessoa fala, mas o nível de domínio e conhecimento que ela tem do assunto, que a faz se sentir à vontade. Não fique todo duro e travado gaguejando feito um palerma, isso detrai atenção negativa. Use muitos gestos, mas evite apontar o dedo indicador. Oradores que gesticulam com as palmas das mãos viradas para cima possuem uma imagem melhor do público.


Vcs engordam e não pegam gurias gordas; são feios, mas não pegam gurias feias; não são tão inteligentes, e se acham dignos de uma guria bem-sucedida... Por quê? Vcs têm mesmo o direito de julgar quando uma mulher "usa" um homem?

Vcs dão a virgindade para cafajestes, mas quando são rejeitadas querem casar com os bons. Vcs dão sexo de qualidade para canalhas, mas acham certo dar a desculpa da dor de cabeça para os namorados e maridos bonzinhos. Vcs dizem que detestam homens arrogantes e mulherengos, mas estes são os que mais fazem sexo. Vcs querem um marido rico e bem-sucedido, mas dizem que o conta é o "amor". Vcs dizem que amam, mas dizem também que "quem não dá assistência abre concorrência". Quer que eu continue?

Que bom que voltou a responder por aqui... Doutrina fico péssima com a hipocrisia das pessoas, na nossa sociedade todos tem direito de falar de suas convicções mas o Bolsonaro é um traste um monstro porque fala do que ele acredita?

Esse papo de direito de falar suas convicções é a maior merda que existe. As pessoas só tem o direito de falar o que a maioria fala. Se vc é politicamente incorreto e manda a real seriamente com pensamentos independentes é visto como ogro. O único jeito de ser politicamente incorreto no Brasil sem ser criticado ou boicotado é fazer stand-up comedy ou bancar o rebeldinho mimado do tipo PC Siqueira e Felipe Neto.

Como antigamente os meninos se tornavam homens se nem conversavam com o pai direito? Estilão senhor-de-engenho: chega em casa à noite, janta, rumina algumas palavras e vai dormir, sem espaço pros filhos-homens tirarem dúvidas e talz.

Porque os pais agiam como pais, e não como psicólogos moderninhos. Disciplinavam quando devido, premiavam quando devido, sem tapinhas nas costas e sem tempo para "reflexões". Eram autoritários mas ao mesmo tempo protetores: conseguiam repreender apenas com um simples olhar e recompensar com um simples gesto. Eram calados e conversavam apenas o essencial: metendo a real nos filhos quando faziam merda e prevenindo-os de ciladas. Entendiam que os filhos são rebeldes por natureza e que uma postura democrática só abriria espaço para a falta de respeito, por isso os deixavam tomar suas decisões, mas observando de perto como um leão observa o filhote na primeira caça. Muito melhor do que os pais babacas de hoje que ou são paspalhos bobalhões e frouxos adeptos da "democracia na família" ou ignoram completamente as necessidades dos filhos e não os observam.

doutrina me responde uma coisa, caso vc tivesse um jeito gentil e educado de ser, acha q isso atrapalharia na h de conquistar uma mulher(pois no subconciente talvez seria confundido com fraqueza) ?

Gentileza e educação não é o tipo de coisa que vc faz por mulheres em sim pelos seus princípios. Fraqueza é ser gentil e educado o tempo todo, mesmo com piranhas arrogantes. Muitos confundem gentileza e bondade com paspalhice e subserviência, por isso são visto como fracotes. Vc não terá problemas na conquista sendo gentil e educado apenas quando apropriado, só terá se for um panaca de plantão.

Doutrina, quando a mulher vier pra desabafar com vc no MSN ou pessoalmente, como cortar? (por favor sugira algumas frases p eu ter idéia) abraço!

MSN: Basta dizer "ok, vai falando aí que vou deixar ausente e na volta eu vejo (obviamente, não volte)". Pessoalmente: seja irritante. Fique olhando no celular, dê risada, faça piada da situação em momentos inoportunos, fale de qualquer outra merda e depois pergunte onde ela parou, etc. Se fizer direito, ela nunca mais vai te procurar pra desabafar novamente pois vai sacar que tu é do tipo insensível. Se ela voltar a te procurar uma segunda vez, é porque quer te tirar pra miguxo, neste caso mande na lata dela que não faz o tipo conselheiro.

Doutrina, o que voce eacha de um cara que tem vergonha de peidar e arrotar na frente da esposa? Li um texo de um cidadão desses e me deu até pena do cara.

Peidar e arrotar são gestos máximos de virilidade masculina e altamente afrodisíacos (pesquisas comprovaram isso). Mulheres dizem que cocô é nojento mas soltam cada lapa de merda no banheiro de dar inveja a cavalo. Se estiver com vontade de peidar feijão, peide. Se quiser arrotar, arrote. Apenas uma ressalva: não precisa ser um cretino que sempre faz questão de fazer isso na frente dela. Mas não deixe que a senhora "bom ar" iniba seus gestos viris.

(cont...) O problema é que agora, tá se sentindo o mesmo merda que era antes, e nem mais pra escola tá indo. Foi o ego dele??? Como eu posso ajudá- lo????

Mande ele rever o conceito de sucesso. Seu amigo BURRO associou que sucesso masculino é sair com o maior número de mulheres e ser atrativo pra elas. Quando foi rejeitado, associou isso como fracasso pleno. Ele está viciado em "pegar mulher" e isso é seu combustível de vida. Dê-lhe umas lições de moral e mostre que sucesso masculino é muito mais do que sair com vadias.

Doutrina o que vc recomenda pra se distrair um pouco no fds? Não tenho saco pra baladas inúteis nem andar feito tonto em shoppings.

Carpir debaixo de sol
Botar caminhões de pedra e areia pra dentro
Refazer o telhado da casa
Limpar a caixa de gordura
Derrubar paredes pra construir novamente
Construir uma academia doméstica rudimentar com barras de ferro e latões de concreto
Ser olheiro de futebol de rua ensinando pivetes a honra do esporte
Ser olheiro de brigas de rua afastando imbecis "deixa disso"
Fazer aulas de tiro
Arrumar bicos como ajudante de pedreiro
Domar touros ariscos em fazendas
Construir um depósito de ferramentas no quintal
Arrumar um estágio num sítio carregando lenha e tonéis de estrume
Pegar carangueijo no mangue
Comprar um Fusca fudido pra mexer no final de semana
Ajudar vizinhos em obras a encher laje e botar materiais para dentro
Organizar um torneio de futebol de várzea no bairro
Documentar o número de paspalhos em que já meteu a real
Inventar um shake com 12 ovos, 1 abacate inteiro e 500g de batata doce
Subir morros íngremes adentrando a mata fechada
Assistir a reprise de jogos de várzea e da nona divisão do Acre
Catalogar filmes honrados
Disputar leilões acirrados
Se envolver em tensões no trânsito
Organizar torneios de pôker e sinuca na madrugada valendo dinheiro

Como ficar tranquilo num relacionamento e confiar na namorada?

Assumindo as rédeas da relação e não se apaixonando perdidamente por ela. A paixão é um sentimento que, se não puder ser eliminado por completo, deve ser controlado. Quanto mais apaixonado/apegado mais possessivo vc será, pois se tornará dependente do objeto de desejo - perdendo assim a razão.


O que acha do Dia Internacional do Homem? O que falta para esta data entrar no cotidiano das pessoas? Menos manginas?

Sinceramente, acho ridículo ficar mendigando dia do homem, já que o dia da mulher não passa de vitimismo em busca de inflação de ego e bajulação. Não precisamos disso porque nosso ego não depende de receber chocolates e flores em homenagem a nossa genitália. Grandes inventores e gênios masculinos da humanidade só foram reconhecidos décadas depois da morte, mas de certo não faziam suas invenções por reconhecimento. Até entendo que incomoda o fato delas serem idolatradas sem motivo, enquanto nós, como verdadeiros motores da civilização, não temos essas bajulações. Afinal, sem os esforços de nós homens, todos ainda estaríamos nas cavernas lambendo o limo das pedras para sobreviver. Mas se começarmos a agir tendo em vista o reconhecimento das mulheres, vamos todos virar canalhas numa sociedade falida. Por isso, agimos segundo nossa honra e princípios, e não esperando reconhecimento de quem premia os piores.


Qual seria a conduta do homem honrado contemporaneo nos aspectos, sociais , pessoais , amorosos de modo geral ?

Sociais: ser autêntico, honesto e não puxar o saco de ninguém. Pessoais: não depender dos outros, cuidar do corpo e mente e respeitar leis. Amorosos: não se apaixonar e não virar bobalhão na mão de mulheres.

A mulher possui uma facilidade extrema de conseguir homens? Enquanto os homens tem que fazer todo o "ritual" para conseguir uma só mulher?

Observo que nenhuma mulher, por mais feia que seja fica sozinha. Isso acontece quando ela possui um padrão de exigência muito elevado, acima de suas próprias qualidades.

eh possivel sermos emocionalmente independentes em relaçao ao sexo oposto, visto q somos sexuados e, portanto, pre-determinados pela biologia/genetica a nos movermos em busca d um especime do sexo oposto, a fim d nos reproduzirmos?

Somos pré-determinados para a atração sexual e reprodução, e não para sermos dependentes de alguém do sexo oposto a nível emocional. Isso é algo ensinado pelo mito do amor romântico, e não algo intrínseco ao ser humano. Inclusive, é a origem de doenças passionais que acabam gerando crimes.


O que vem a ser antisocial ? seria um cara que não bajula ninguen, que não vive em contato com pessoas inuteis que não acrescentam nada em sua vida, que tem seus objetivos de vida em primeiro lugar abrindo mão de falsas amizades e mulheres vagabundas

Minha definição de anti-social é o cara que percebe que todas as relações são hipócritas e funcionais e que, em toda sua vida, vc terá um ou no máximo dois amigos de verdade. O resto são todas relações permeadas por interesses. Há vários casos historicamente comprovados de merdalhões que tinham 500 amigos e quando ficaram na merda não sobrou um. A amizade desinteressada é uma grande mentira. Um homem anti-social esclarecido não fica num porão escondido do mundo como fazem alguns tímidos fracassados, mas também não considera qualquer imbecil que tenha afinidades com ele como um amigo. Ele seleciona seus contatos e suas amizades e trata bem apenas aqueles poucos e raros seres humanos com quem possui verdadeira estima.


O que acha da frase "Meninas amadurecem antes dos meninos" ?

Uma forma de mascarar a verdade: que elas aprendem desde cedo a usar o sexo para manipular os homens.

o que voce acha de caras que usam as marcas abercrombie e hollister, as minas curtem?

Acho um bando de otários que gastam dinheiro com marcas. Ao invés de descobrirem e 'venderem' seus valores, esses paspalhos preferem comprar signos de status para disfarçarem o fracasso que são.



Antes de começar com as dicas, preciso falar algumas verdades sobre "beleza" e como ela é encarada na sociedade.

Por que na TV está cheio de modelos apresentando e sendo âncoras de programas de futebol enquanto caras experientes na área ficam apenas comentando? Porque na mídia beleza conta mais que competência. É por isso que essas apresentadoras vivem tentando mostrar que manjam de futebol e falam inúmeras merdas: porque sabem que estão lá como vasos de decoração e tentam mudar isso (depois desistem de vez e acabam posando para a Playboy).

É lógico que beleza e feiúra existem e influenciam muito, mas ninguém admite isso para não parecer politicamente incorreto. Apresente duas mulheres para um empregador paspalho (maioria) que ofereça vaga, sendo uma delas bonita e outra feia pra caralho: é óbvio que a bonita será contratada, até mesmo se tiver menor qualificação - especialmente se o empregador for do tipo que sonha em ter um caso com uma secretária. E duas pessoas com a mesma qualificação, a beleza sempre exercerá o critério de desempate. Se você for homem e disputar uma vaga unissex com uma mulher mediana ou gostosa, é bom se preparar pois vai ter que plantar bananeira na entrevista para ter uma de chance mínima de ganhar a vaga dela.

(mais posts sobre isso aqui, aqui e aqui).

E ao contrário do que dizem, para a mulher é muito mais fácil lidar com isso do que com o homem. Aqui no Brasil os padrões de exigência para a beleza feminina são muito menores. Qualquer mulher feia se tiver 5kg de gordura na bunda com shortinho colado já é vista como melancia, rainha do funk etc, e endeusadas por milhares de idiotas carentões em shows de gogo-girls. A mulher pode ter o rosto do Zacarias, mas com uma simples calça de ginástica colada já sobe de nível em beleza automaticamente e consegue equiparar o ego até com as mais bonitas de rosto.

Já com o homem chega a ser ridículo comparar. Mesmo os fortões de academia e musculosos com barrigas de tanque e moicanos gays recebem apenas a atenção que comparativamente uma mulher mediana recebe, ou seja, todo o esforço em treinar forte na academia, de fazer penteados metrossexuais, de usar roupas da moda, etc, serve apenas pra deixar de ser um pedaço de merda invisível como a maioria dos homens comuns são.

A mulher para ser invisível precisa ser feia de rosto, sem bunda, sem peitos, burra, preguiçosa, cabelo ruim e desleixada, o que é uma combinação raríssima de se ver dependendo de sua região. Já o homem para ser invisível basta ser mediano. Pode ser bonito de rosto, mas se não tiver um moicano e não for popular será invisível. Pode ser musculoso, mas se não souber se vestir será invísivel. Pode ser bonito de rosto e musculoso, mas se não tiver a "pegada" e for tímido será invisível.

Essa é a realidade nua e crua sobre beleza na sociedade. Mas ficar lamentando não resolve nada, nem é o objetivo deste post, portanto isto posto vamos falar sobre o que você deve e não deve fazer para melhorar sua aparência, de acordo com minha experiência.

Não é recomendável:

- Baby look (vulgo mamãe tô fortinho ou mamãe quero ser gay, coisa ridícula);

- Depilar até o CU (com cera para nível superior em veadagem);

- Ter 300 perfumes (burrice pois não pegam identidade com nenhum);

- Usar o cabelo do Diego Alemão pra tentar impressionar piranhas (adquira sua própria identidade);

- Usar calças skinny ridículas (seja homem e não um andrógino);

- Usar cremes hidratantes da mãe ou irmã (daqui a pouco vai querer usar calcinha também);

- Fazer unhas com direito a base e tirar cutícula (o que houve com apenas cortar as unhas e tirar as cracas, caralho? Nunca vi nada mais inútil que passar base e tirar cutícula);

- Barbas ralas desenhadas de veado (use a barba do Bud Spencer ou então não use);

- Peeling facial, anal ou caralhal;

- Roupas ou acessórios rosa, lilás etc (atestado de frouxo e maria-vai-com-as-outras. Obs: para evitar atritos desnecessários com metrossexuais de plantão, não fique espalhando por aí que não usa rosa igual um paspalho. Pare de dar satisfações aos outros sobre sua vida, simplesmente não use e cague e ande para quem gosta);

- Passar gel, e usar tênis 40 molas, correntinha de prata, Ferrari Black e camiseta John Deere pra "malhar", ouvindo Tonight's gonna be our good night e David Guetta no iPod. Aqui cabe uma observação importante:

Qual a necessidade de usar gel e tênis 40 molas na academia, senão pra parecer moderninho e impressionar piranhas? Absorção de impacto na esteira ergométrica? Qualquer tênis Rainha fudido faz isso. A única recomendação pra academia é: fecha o CU e vai treinar. Escrevi mais sobre isso aqui. 

Observação: meu veto ao gel está no contexto da academia, e tênis 40 molas realmente só se vc for atleta ou corredor, o que não é o caso de 90% dos paspalhos que compram isso apenas para impressionar a "gangue" de amigos frouxos e abafar na academia (usam sem meia ainda por cima). No mais, não tenho nada contra o gel. Se vc tem cabelo estilo ninho de pombo então é melhor mesmo usar um gel.

- Usar um terno para o dia, outro para noite, outro para casamento de dia, outro para casamento de noite, outro para velório de dia, outro para velório de noite, outro para cerimônias de dia, outro para cerimônias de noite, outro para dar a bunda de dia, outro para dar a bunda a noite etc (vc tem um só corpo, então pra que 300 ternos?);

- Perguntar pra namorada opiniões sobre roupa igual um paspalho sem opinião própria (implicitamente vc está dizendo que é incapaz de tomar suas próprias decisões e que sua auto-estima depende da opinião dela);

- Imitar gangstas do rap e se vestir feito um marginal que quer dar a bunda pro Eminem e 50cent (dispensa comentários); 

Recomendável:

- Aparar os pelos do pinto;

- Aparar os pelos no nariz e suvaco que estão saindo pra fora fazendo tranças;

- Tomar banho;

- Treinar na academia;

- Ter de 1 a 2 perfumes no máximo (consulte aqui minhas recomendações);

- Calçados: 1 tênis surrado pra treinar, 1 sapato social surrado pra trabalhar, 1 sapato conservado pra reuniões formais, 1 tênis conservado pra sair, 1 chinelo simples pra usar em casa. Sim, só isso mesmo seu modernete;

- Usar roupas tradicionais, confortáveis e de bom gosto (camisetas Hering, jeans tradicional, sapato tradicional, óculos escuro modelo Aviator ou tradicionais, tênis discretos sem veadagens);

- Cabelo com cortes tradicionais que combinem com seu rosto, e fodam-se as piranhas fãs do Bieber, PeLanza ou do Diego Alemão;

- Usar um terno preto, versátil para qualquer ocasião (dia ou noite, funeral ou casamento, formatura ou audiência judicial).

Outras recomendações sobre aparência:

Cabelo

Shampoos são uma verdadeira enganação. Pare de gastar dinheiro com shampoos e perder tempo lendo rotúlos no mercado igual um paspalho, todos são iguais. Só use especiais se vc tiver problemas com caspa (Clear) ou queda de cabelo (Elseve Homem), que são realmente bons ao que se propõe. Caso contrário até sabonete serve. E compre o mais barato, não terá diferença prática.

Rosto

Não é necessário lotar o rosto de cremes igual a Hebe, ou ficar o dia todo passando óleo de rosas no rosto feito o Clodovil para "limpar os poros". Isso e nada é a mesma coisa. Lavar o rosto com água e sabão quando chegar da rua já é o suficiente para eliminar as impurezas. A maioria das acnes somem sozinhas e não deixam crateras, se vc não for burro de espremer e abrir portas para bactérias. Se tu é um adolescente pare de mimimi e aguarde a puberdade passar que as espinhas irão embora junto.

Barba

Seguem dois vídeos de como fazer e aparar a barba:





Vestimenta

Leia minhas recomendações sobre vestimenta aqui (clique no link). 

Em breve mais dicas. Assine o blog e receba próximos artigos direto no seu e-mail.

Cadastre-se e receba os próximos posts via e-mail. É grátis!


Número de emails cadastrados:
fellow readers


Caso queiram "se aventurar" em namoros (leia-se fodas fixas), é bom tomar as seguintes precauções:

1 - Use camisinha sempre. Isso é essencial pra prevenir doenças (não estou falando apenas de AIDS) e principalmente contra gravidez, pois é impossivel confiar que a mulher está tomando o anticoncepcional. Casos de golpe da barriga existem aos montes por aí, e já vi acontecer até com caras que não têm grana. Elas são capazes de engravidar até pra segurar namorados cafas. Enquanto a pílula masculina não sai do papel, o negócio é meter a capa no garoto. Por mais que camisinha seja uma merda, é sempre bom dormir tranquilo.

2 - Separe seu namoro das suas amizades: Pare de levar sua namorada em programas com seus amigos igual um paspalho. Nem sequer apresente seus amigos pra ela. Quanto mais distância vc manter das duas coisas, melhor, pelos seguintes motivos:

- Mulheres adoram fazer "amizade" com seus amigos e usá-los pra fazer ciumes em vc. Depois do término do namoro, elas não vão hesitar em se esfregar nos seus amigos.

- Levar mulher em programas de amigos faz com que ela se integre no seu circulo social. Quando vcs terminarem, vai ser mais dificil tirá-la dele.

- O homem precisa de um tempo sozinho para poder fazer o que quiser com os amigos. Se vc leva a mulher pra todo lugar, vc não vai desgrudar dela nunca e a relação se tornará um porre (tanto pra vc quanto pra ela).

Eu apenas comunico: hoje vou sair com meus amigos, não vai dar pra te ver. Se ela reclamar, falo que é programa pra homem, que eu não proibo ela de sair com as amigas, ou invento alguma desculpa. Se ela falar que quer conhecer meus amigos já mando a real na lata, isso é coisa de vadia.

3 - Quando for terminar um namoro, certifique-se que a mulher já menstruou depois da ultima vez que vcs transaram. Essa dica é de ouro. Muitas mulheres gostam de fazer terrorismo e fingir gravidez quando o homem termina com elas, gerando um verdadeiro inferno emocional. Se está afim de terminar com a mulher, espere ela menstruar primeiro e depois meta o pé na bunda.

4 - Não fique respondendo todas as mensagens dela na hora - É comum em início de relacionamento a mulher te mandar 4502 mensagens de celular por dia. Se vc responder prontamente a todas, ficará o dia inteiro no celular igual um paspalho batendo papo com a vadia. É preciso dar limites. Responda uma mensagem por dia no máximo, alegue que vc não tem tempo pra essas merdas. Caso contrário ela se acostumará e sua vida se transformará num inferno. O mesmo vale para os famigerados "toquinhos". Se responder uma vez, ficará obrigado a responder sempre.

5 - Não veja ela todo dia - Não fique indo todo dia na casa da mulher igual um retardado. Isso além de desgastar a relação (principalmente pras mulheres que enjoam rapido), vai te fazer perder um tempo precioso pra estudar, trabalhar ou fazer o que bem entender. Mulheres odeiam homens desocupados que vão todo dia na casa delas. Isso denota extrema carência emocional. Veja a mulher 1 ou 2 vezes por semana no máximo. Se ela reclamar fale que vc é um homem ocupado e não tem tempo de ver ela todo dia (e arrume ocupações de verdade, como treinar, estudar, trabalhar etc. Ficar enfurnado num quarto o dia todo jogando Tibia e RPG não é ocupação).

6 - Não fique conversando com a mulher o dia inteiro no MSN - Ficar o dia inteiro no msn é coisa de vagabundo desocupado e as mulheres sabem disso. Se vc fica no MSN o dia inteiro, é preferivel vc bloquear a mulher. Assim poupa encheção de saco também pois mulheres não têm assunto mas fazem questão de falar com vc o tempo todo, e ainda fazem birrinha quando o assunto morre.

7 - Não misutre namoro com família. Não é bom misturar namoro com família. Nada de muita intimidade com pai/mãe/irmãos/tios etc de lado a lado, nem muito convívio íntimo com essas pessoas. Sempre tenha o menor contato possível pois família metendo o dedo na relação é um porre, fica cheio de leva e trás, de cobranças e outras merdas que ocorrem. E é um vínculo a mais pra te prender no namoro caso vc queira terminar, o que pode transformar sua vida num inferno.


8 - Nunca peça ela em namoro. Pedir e implorar para namorar com a mulher denota carência e uma certa necessidade de afirmação de posse. Vá se relacionando, deixe ir rolando e ela tocar nessa questão. Ao acontecer isso, analise a relação e se achar válido seguir em frente (avaliando principalmente a capacidade de compromisso dela), assuma o namoro. Perceba que isso te dará mais tempo para poder analisá-la melhor sem estar assumindo nenhum compromisso previamente. Deixe ela ficar desesperada pra namorar, e não vc. A maioria delas quer um namoro oficial apenas para fazer social perante as amigas e te exibir por aí como um cão de guarda ou macaco de circo, por isso certifique-se das reais intenções dela antes de enfiar o pé na jaca.

9 - Nada de presentes, mimos e agrados fora de hora e/ou ocasião. Vc tem uma namorada ou uma acompanhante? Não seja um trouxa que dá presentinhos toda hora para garantir a atenção e o bom humor da mulher. Se ela perceber que basta uma TPM para vc enchê-la de presentes, vai te sugar até não poder mais. Faça com que ela mereça os presentes de vc e não a recompensando apenas por estar ao seu lado. A recompensa já é você ao lado dela. Não fique pagando pela companhia dela, pois sua namorada não é uma 
garota de programa (espero).

10 - Esteja pronto para terminar. Em muitos casos o cara já teve várias provas concretas de que a sua namorada não presta, que a relação está uma bosta, que ela está dando mancada atrás da outra, ou seja, o cara está dando murro em ponta de faca, andando em círculos, sofrendo dentro da relação na esperança que aconteça algum milagre divino e ela comece a ser decente da noite para o dia. O paspalhão insiste em continuar por conta do apego/costume que tem por ela e o medo de perdê-la. Entre escolher continuar sofrendo dentro de uma relação falida ou sair fora e sofrer, prefira a segunda opção, pois dos dois jeitos terá sofrimento, com a vantagem que fora da relação se inicia outro ciclo/etapa na sua vida e a ex fica para trás. Por isso, nunca entre de cabeça no relacionamento e nunca se apaixone perdidamente, ou não terá culhões para terminar quando e caso seja necessário.

11 - Não aceite putarias em redes sociais. Centenas de namoros já acabaram por conta da putaria que se passa por baixo dos panos redes sociais. Namoradas que mostram a própria bunda no Facebook, que ficam trocando scraps com cafajestes no Orkut, mostrando os peitos e decotes em fotos, etc, não prestam para um namoro realmente sério. Mas não "mande" ela excluir simplesmente, ou ela fará showzinho de que vc está com ciúmes, que é insensível, que vê maldade em tudo etc. Converse seriamente com ela sobre isso e pergunte na lata se ela quer ser tratada como namorada ou como comidinha. Quanto antes vc colocar as "cartas na mesa", melhor será. O ideal é impor essas condições logo no começo do namoro (se vc seguiu a dica 8, ela vai acabar aceitando por estar desesperada para namorar). Caso vc já esteja namorando e ela ainda insista em mostrar o rabo no Facebook para outros machos, termine. A não ser que vc seja um corno que gosta de saber que machos do mundo inteiro cobiçam o rabo da tua mulher. Se puder não ter nenhum perfil nessas redes, melhor ainda. Vc terá mais liberdade sem a mulher fazendo marcação no seu Facebook. Essas porcarias de redes só server pra fuder com relacionamentos.

12 - Não seja um livro aberto. Não seja trouxa de ceder às curiosidades dela e cair na farsa do "namoro democrático". Todas as falhas e fraquezas que vc expor poderá ser usado como munição contra vc num momento oportuno, por isso não abaixe a guarda. Jamais dê satisfações sobre assuntos como com quantas transou, com quem transou, com quem saiu, o que fazia com a ex, quais são seus medos, etc.

Mulheres não guardam segredos de maneira alguma. Se for alguma coisa constrangedora, ela não hesitará em contar para o futuro namorado na cama enquanto os dois riem muito de vc. Sei disso pq já me contaram muita coisa constrangedora dos ex. Elas também contam tudo para as amigas, até o tamanho do seu pau e seu desempenho sexual.
Isso também envolve seu salário e bens. Sua mulher não é Receita Federal para precisar saber quais são todos os seus ganhos e bens. Mesmo que ela não pergunte, esconda sempre suas posses. Não tente impressioná-la abrindo sua declaração de renda para ela feito um pitboy descerebrado, ou quando terminarem ela irá ajuizar uma ação de união estável para lhe tirar metade do que tem. Cuidado paspalho! 

13 - Nunca fale "eu te amo". Amor de verdade é demonstrado em ações e não em palavras, que só servem como atestado de que vc é um homem domado. Fale no máximo um "eu te adoro" ou algo do gênero, que tem muito menos peso, mas mesmo assim só fale depois que ela falar. Seja um espelho.

Creio que essas dicas são boas pra isolar a mulher da sua vida social (extremamente importante fazer isso) e diminuir o desgaste do relacionamento, mantendo sempre uma boa frequência e qualidade no sexo. 



Não há nada que identifique mais um homem bem-sucedido do que um semblante sério, concentrado e responsável. Poucas coisas são tão legais para um homem quanto chegar em casa e assistir uma partida de futebol sem macaquices de jogadores, sem análises sobre penteados ou comentaristas imbecis falando feito caipira pra aparecer. Poucas coisas são tão empolgantes do que ver um comercial daquele carro que você namora faz tempo roncando motor num deslize solitário por uma rodovia cheia de poeira. Parando pra pensar, tudo isso parece coisa do passado. O que antes era uma preferência feminina, hoje é o que faz sucesso entra as massas: a "palhacice".

Que a maioria das mulheres vivem insatisfeitas, inseguras emocionalmente e tristes por serem dispensadas pelos cafajestes e alfas, procurando assim os palhaços para confortarem suas crises emocionais, nós já sabemos. A novidade agora é que todo cretino que conheço, homens inclusive, querem dar uma de comediante e "CQC". Ora, enfiem seus óculos escuros no rabo, comediantes de imitação. Somos homens e não palhaços gratuitos.

Palhaços são feitos para crianças. E para algumas mulheres que não conseguem se acertar na vida e vivem passando na mão de cafajestes "engraçados" em busca de sanar suas frustrações com a vida e com os seios. Mas para homens de verdade, não. Temos maturidade para aceitar os baques da vida sem precisar usar uma máscara de standuper bundão . Temos maturidade para nos divertir em certas horas e ser sério em outras. Mas ficar o tempo inteiro rindo feito uma hiena arrombada? Isso não pertence a homens de verdade.

Essa minha crítica tem justificativa. Hoje em dia não dá mais pra conversar sem aparecer um comédia tentando bancar o humorista. Não dá pra acessar uma rede social sem ter zilhões de filhos da puta fazendo piadinhas pra tentar ganhar "seguidores". Engraçado, todo mundo virou CQC wannabe e standuper agora.

Não dá pra ver os gols da rodada sem aparecer um repórter ou apresentador fazendo piadinhas sobre a bunda do jogador e lances extra-campo, tentando ser engraçado e comediamente. Melhor desligar o som e ver apenas os lances.

"Vamos entrevistar agora os jogadores da categoria de base com uma pergunta muito importante: Vocês gostam do João Sorrisão?"


Não dá pra assistir uma mesa redonda de futebol sem ter um imbecil qualquer mandando a apresentadora dançar. Ora porra, o que futebol e esporte tem a ver com uma ex-modelo dançando e inflando o ego, hein caralho? Mostrem os gols e notícias, seus otários. E parem com o sotaque caipira, com a troca de apelidos entre os membros do programa. Um pai de família em rede nacional chamando o outro de cabeção, de caipira, como se nós estívessemos vendo o "recreio" de uma turma da 5ª série.

Também não dá pra ver propaganda de automóveis e produtos na TV sem aparecer piadinhas ridículas no meio como esses comerciais recentes da Nissan (agroboys, pôneis malditos etc), e marketings virais que são feitos para pescar a massa de retardados depressivos do país.

Não dá pra assistir um jogo de futebol sem jogadores desonrados comemorando o gol com a dancinha do João Sorrisão ao invés do tradicional e viril soco no ar. Será que se o Esporte Espetacular mandar os jogadores darem a bunda pra ganhar uma merda de boneco de plástico eles vão dar? Sejam honrados e comprem um boneco para seus filhos ao invés de se venderem por tão pouco. Que exemplo estão dando?


Vão à merda.

Humor é bom, mas embutir comédia em tudo é coisa de vagabundos irresponsáveis e desonrados que não conhecem o valor da seriedade. Vamos "rir da vida", como gostam de dizer as "patys boladonas", enquanto seus pais se fodem no emprego para pagar as contas da "humorista" e CQC wannabe.

Falando nisso, onde está a seriedade honrada dos velhos tempos? Onde estão os gols da rodada apresentados pelo Léo Batista, que não ficava tentando aparecer mais que os atletas? Onde estão os comerciais de carrões possantes mostrando todo o seu poderio nas highways? Uni-duni-tê?! Ora, vão a merda!

A vida das pessoas está uma merda tão grande que tudo precisa ter "humor" para ser popular. Parece que todos vivem numa grande depressão e ligam a TV como se tivessem tomando uma dose de Prozac.

Querem ser honrados? Querem ser homens de verdade? Parem de agir como cagões que fogem dos problemas através da falsa máscara do humor e da comédia. Parem de babar o ovo de comediantes e jornalistas imbecis que não passam de imitadores de humoristas de verdade americanos. Usem o Facebook, Twitter ou sei lá que porra vocês usem, para falar coisas relevantes ao invés de replicar piadas para tentar ganhar retweets e ser famoso.

E tragam a boa e velha seriedade de volta. Não estou a fim de viver numa Zorra Total 24hs por dia nem de parecer que estou trabalhando com a Turma do Didi.

Obrigado.

No post Como ser respeitado - Parte 4: TRABALHO, fizeram um comentário que fecha com chave de ouro a minha crítica.
Carlos escreveu:
Se quer ser respeitado, não sorria demais. As pessoas tendem a não levá-lo à sério. Fora que tudo que é abundante é desvalorizado, isto é, quanto menos sorrir, mais seu sorriso será valorizado quando o fizer. Use com moderação.



Querem entender porque existe essa onda de homens matando ex-namoradas e esposas? Quer entender por que esses idiotas simplesmente não arrumam outra mulher ao invés de cometer tais crimes?

Porque estão apaixonados.

A paixão cria na mente do homem uma imagem de divindade da mulher, e mesmo que existam outras, elas parecerão meras mortais perto da mulher que ele idealizou como deusa, alma-gêmea, "complicada e perfeitinha", etc. Como ele não pode vencer a mulher na guerra emocional, apela para a força física como manobra de desespero.

A verdade sobre os agressores

Agressores não passam de meros fracotes e covardões que fogem das regras naturais das relações pelo puro desespero da paixão. Na impossibilidade de se defedenderem das agressões emocionais e psicológicas inflingidas pela mulher no mesmo campo (emocional e psicológico), recorrem ao físico, pois é o único campo onde ele é superior à mulher já que possui a estrutura sentimental e de uma criança (o tempo se encarrega de evoluir o homem fisicamente, mas o próprio homem é responsável por evoluir a si mesmo de forma intelectual, psíquica e emocional).

O falso respeito

Quando a mulher fica acuada pela agressão ou intimidação em vias físicas, o agressor acha que conseguiu o respeito dela.

O que esses imbecis não entendem é que a mulher não se acuou porque respeita o agressor, e sim pelo simples medo da agressão, já que embora seja mais forte emocional e psicologicamente que o parceiro - e talvez até tenha manipulado os sentimentos dele usando dessa superioridade - ela é em geral mais fraca fisicamente.

Onde está o mérito e "respeito" em acuar alguém apelando desse jeito? Melhor seria simplesmente ter dispensado a mulher ao invés de bancar o corno brabo. Idiotas!

O agressor, embora pareça demonstrar que está no controle da situação, está extremamente apegado sentimentalmente à mulher e desesperado. Como não consegue dispensá-la por estar apaixonado, e também não consegue vencê-la no jogo emocional, comete o crime passional. Tais agressores agem como marginais que não valem a merda que cagam, mas que acham que são "respeitados" só porque empunham uma arma na cabeça dos outros.

Entendam uma coisa de uma vez por todas: usar a força física num jogo emocional é manobra de desespero, toda agressão emocional deve ter sua legítima defesa também no campo emocional.

Só desequilibrados, apaixonadinhos bundões e desonrados cometem agressões físicas. Homens de verdade jamais apelam para isso, pois são senhores de suas próprias emoções e rochas inabaláveis em sentido emocional. É por causa de vermes como esses agressores que a classe masculina é difamada.

Vou alistar aqui os maiores culpados por tais crimes passionais:

1. O homem

Obviamente, o maior culpado pelos crimes passionais é o próprio homem. Hoje é comum a cultura de que desenvolvimento masculino é apenas estudar, trabalhar, ganhar dinheiro e ficar "bombadinho pra arrasar e pegar todas na balada". O homem cresce fisicamente e estuda para crescer intelectualmente, mas não cresce emocionalmente e sua visão sobre as mulheres fora do campo sexual fica presa à infância.

Não se incentiva o preparo emocional, não se estuda a real face dos relacionamentos, não aprende-se a lidar com as mulheres e como defender-se de agressões e manipulações emocionais. Os pais ignoram completamente a educação psicológica e emocional. Querem filhos fortes fisicamente e financeiramente, mas esquecem de prepará-los para vencer os desafios emocionais. Quando alguém escreve um livro ou artigo mostrando como os relacionamentos podem ser perigosos e como as mulheres também podem manipular e serem nocivas num relacionamento, são apedrejados. Os homens então entram nos relacionamentos achando que tudo vai acontecer perfeitamente como num filme da Julia Roberts e Hugh Grant, e que as mulheres vão destinar o mesmo amor que suas mães lhes destinavam.

Nos momentos de crise no relacionamento, nos momentos intensa pressão e agressão emocional, nos momentos onde as emoções estão a flor da pele, o homem então não sabe o que fazer e não possui o equilíbrio necessário para lidar com a situação, pois nunca deu valor ao preparo psicológico e emocional. Ele é tirado a fórceps do relacionamento e da crença na paixão perfeita, pois sempre lhe fora ensinado que mulheres são "perfeitas" e inquestionáveis, e tal desilusão repentina o faz acabar cometendo os crimes passionais - lembrando que isso não é uma justificativa, mas uma explicação.

2. A mulher

Desde pequenos somos ensinados que mulheres são dóceis e inofensivas, e que jamais devemos questionar suas atitudes. Mas a realidade mostra que as mulheres podem infernizar a vida de um homem emocional e psicologicamente - e até mesmo fisicamente - tanto quanto o homem. Infidelidade, incertezas, canalhices, falsas ilusões... isso não pertence apenas ao universo masculino, como a mídia feminista e opinião pública em geral gosta de fazer parecer. Mulheres também traem. Mulheres também iludem. Mulheres também terminam relacionamentos abruptamente com requintes de crueldade emocional. É verdade que muitas delas são vítimas inocentes nas mãos de lunáticos e psicopatas, mas esse grau de inocência é na maioria das vezes muito menor do que imaginamos.

Cúmplices também são as mulheres que se envolvem com canalhas e cafajestes declarados, na esperança de convertê-los ao bom mocismo. Mulheres que se envolvem com marginais, com desequilibrados, com beberrões, com drogados, com traidores, com homens de várias passagens pela polícia, com bandidos, etc.

Embora nada tire a culpa dos agressores nos casos de crimes passionais, as mulheres talvez pudessem evitar muitos deles se evitassem os relacionamentos com tais crápulas. Mas, infelizmente, muitas delas parecem preferir assumir esse risco e estão sempre se envolvendo com tais com canalhas e homens notoriamente desequilibrados e que vivem à margem da lei, mesmo com mostras de que eles podem se tornar uma ameaça.

3. A paixão

Não sei quem foi o asno que inventou o mito de que paixão é algo benéfico. Esse "gênio" dos relacionamentos na verdade criou um poderoso entorpecente, cuja fórmula é a atração "misturada" com o mito do amor romântico. Um homem e uma mulher não precisam se apaixonar para serem felizes num relacionamento. Eles, sim, devem ter atração, afinidades e respeito. Paixão é apenas sentimento de dependência. E quando existe um dependente, sempre existe um traficante. É perfeitamente possível se relacionar com alguém tendo atração, afinidade, respeito, comprometimento, fidelidade, alegria e diversão, sem transformar bons sentimentos em vícios. Quando alguém diz "estou apaixonado", na verdade quer dizer "estou viciado". E se alguém lhe tira o objeto responsável por saciar o vício, ocorrerá uma crise de abstinência que não raro resulta em tragédias.

Lembre-se: como o próprio nome denuncia, crimes passionais são crimes que se originam... na paixão.



Porque os bonzinhos são tão desrespeitados? Já que elas preferem os canalhas e parecem adorar um cafajeste, será que para ter respeito preciso agir como um deles? Chegamos ao final da série onde responderei a estas e outras perguntas.

Porque bonzinhos são tão desrespeitados?

Homens bonzinhos projetam nas mulheres os carinhos afetivos e amor que tinham da mãe. Como elas não querem ser babás de marmanjos e muito menos bancar a mamãe deles (elas querem um líder), não os escolhem. Exceto é claro nos casos onde o paspalho se torna um provedor assexuado, que esbanja dinheiro e agrados para a mulher exigindo pouco sexo em troca. Neste caso elas até aguentam bancar a mãe do bebêzão enquanto a grana ou os benesses durarem, mas não espere fidelidade eterna - e tome cuidado com o limpador de piscina.

Os bonzinhos também são rejeitados porque não constituem um desafio. As mulheres alimentam a esperança de transformar canalhas e bandidos em bonzinhos que se converteram apenas por causa delas. Tentar dominar um cafajeste, um canalha, um trafica de morro, um marginal ou até mesmo um bandido é para elas como andar numa montanha russa de emoções. Não desistem de "bandidos" porque possuem a vã esperança de transformá-los em pais de família dedicados, se vangloriando depois de que foram as motivadoras de tal mudança. Já os bonzinhos não constituem um desafio ao ego feminino: aceitam tudo o que elas mandam, não possuem vontade própria, perdem a identidade, replicam os comportamentos e preferências da namorada por medo de desagradá-la, possuem enorme dificuldade de contrariá-las etc. Obviamente não devemos virar bandidos, pelo contrário, devemos transcender isso sendo cidadãos de bem e honestos quer elas gostem ou não. Mas há uma enorme diferença entre ser um cidadão honesto e um lambedor de calcinha.

É por isso que bonzinhos são desrespeitados e os cafajestes e canalhas são reverenciados pelas mulheres. Bonzinhos se colocam numa posição inferior, pedindo clemência, enquando cafajestes jogam com o inconsciente feminino e sua necessidade de se provarem fêmeas fatais. Antes que digam, o mesmo não acontece com os homens. Nenhum um homem vai no puteiro procurando uma mulher rodada pra casar, a maioria quer casar e constituir família com virgens e mulheres decentes, recatadas. Já as mulheres não se importam em casar com canalhas e destacados na esperança de domá-los, e quando não conseguem dizem que os "homens não prestam" e que elas querem os bons, ao mesmo tempo sentindo repulsa por virgens inexperientes. Homens só procuram vadias para sexo. Mulheres procuram canalhas para dar tudo do melhor na esperança de convertê-los. Elas são enganadas por eles? Talvez uma minoria seja. Mas beira o ridículo dizer que via "um cara honesto" em um playboy bombado, rico e claramente possuidor de várias mulheres, ou num marginal de morro com tatuagens de cadeia. Não somos trouxa de acreditar nisso. Elas também vão ao delírio com músicas que apoiam amor não-correspondido de canalhas e cafajestes ("amar não é pecado" etc), pois sempre estão buscando argumentos para defender suas predileções por bandidos, crápulas e canalhas de pior espécie.

É claro que, embora essa seja a realidade nua e crua sobre a maioria das mulheres,  não há motivos para virar veado e desistir dos relacionamentos. Ainda existem mulheres que sabem valorizar um líder sem que ele precise virar um cafajeste, desde que você deixe de ser um bonzinho e aprenda a lidar com elas.

Dicas para ser respeitado nos relacionamentos



O primeiro passo para o bonzinho deixar de ser um perdedor desrespeitado é eliminar as carências dos tempos de criança. Não espere receber das mulheres os mesmos carinhos, atenção e cuidados que sua mãe lhe fornecia. Cresça e aprenda a ser homem. Nenhuma mulher irá respeitar um bundão carente que ainda não saiu das fraldas. Elas detestam fazer caridade para homens assim, e tendem a respeitar muito mais um homem viril e líder, que independe dela para ter prazer na vida.


Não acredite no que elas dizem, mas sim em como agem. Raramente uma mulher vai admitir que gosta de canalhas. Todas dizem que os homens não prestam e que sonham com um "príncipe encantado", mas na verdade molham a calcinha para o carrasco da masmorra. Não se deixe enganar por palavras femininas, avalie sempre suas ações.

Não caia na armadilha de se tornar um cafajeste. Canalhas possuem habilidade em relacionamentos de tiro curto, mas não é raro ver um deles se apaixonando e se tornando maridinhos paspalhos nas mãos das mulheres. Existe uma grande diferença entre seduzir e lidar. Você talvez consiga seduzir uma mulher, transar com ela e dispensá-la, mas lidar com ela no dia-a-dia exige um preparo emocional muito maior. O que define um verdadeiro homem não é o número de mulheres que abate, mas sim o número de relacionamentos em que ele convive sem ser abatido.

Adquira alvos pessoais e desenvolva-se. Lembre-se, a maioria das mulheres sentem nojo de homens medianos, fracassados, bajuladores e coitadinhos sem moral. Não possuem remorso algum de pisar no pescoço de um bonzinho otário e traí-lo com um galã da Globo caso tenham oportunidade. Então porque você deveria tratá-las como prioridade?

Não polarize. Não é porque mulheres não são prioridade que você vá deixar sua namorada falando sozinha o tempo todo e sendo escroto 24hs por dia. Também não precisa bancar o bundão "pegajoso" que fica o dia todo perguntando a ela como está se sentindo. O bom sedutor é aquele que consegue se aproximar das mulheres na medida certa, sendo quente ou frio no momento certo. Se sua mulher está calada, monossilábica ou num dia ruim, fique longe, ela não vai morrer por isso. Não há necessidade de você ficar ao lado dela o tempo todo como se ela tivesse com uma doença terminal. Caia fora e deixe ela se recuperar de sua crise emocional, pois se ela quiser sua companhia, deve entender que precisa corresponder. Se ela estiver num de seus melhores dias, então saia com ela e aproveite. Mulheres tendem a respeitar homens que sabem colocá-las em seus devidos lugares, sem endeusá-las o tempo todo. Lembre-se, a obrigação da conquista não é somente sua. Sua mulher também deve esforçar-se para lhe conquistar. Se ela não move uma palha para te agradar ou lhe conquistar, é porque não te respeita como deveria e o considera um homem domado.

Tenha amor próprio e mantenha seus valores no topo. Muitos homens se acomodam depois que estão namorado ou casados. Relaxam com o preparo físico, com os hábitos de higiene, passam a ceder e demonstrar fraquezas que antes resistiam ou ocultavam, começam a ser escrotos, etc. Já as mulheres em geral são mais vaidosas e mesmo namorando ou casadas se preocupam com a beleza para se manterem "no mercado". Portanto, não largue a academia, esportes ou atividades físicas só porque começou a namorar e a mulher, teoricamente, já está "na sua". Quanto mais você tiver amor próprio e se mantiver atraente, mais ela sentirá necessidade de conquistá-lo, ao passo que quanto mais você relaxar e perder o amor por si mesmo e pelo seu desenvolvimento pessoal, mais ela vai perder o respeito por você.

Não seja um cão de guarda. Leia meu post completo sobre isso neste link.

Não cometa os "9 erros dos homens nos relacionamentos". Vamos relembrar. 1) Acreditar que sua mulher é uma exceção; 2) Acreditar que toda virgem é santa; 3) Acreditar que elas adoram homens românticos e carinhosos; 4) Acreditar que elas estão sempre dispostas a dar carinho e amor; 5) Acreditar que satisfazendo todas as fantasias dela estará sendo um bom namorado; 6) Acreditar que independente do que aconteça sempre terá o mesmo sexo do início do namoro; 7) Acreditar que podem resolver tudo com um bom diálogo no relacionamento; 8) Acreditar que o segredo para manter um relacionamento é dominar a mulher e não a si mesmo; 9) Acreditar que a mulher é sempre sincera em suas palavras e emoções.

Prepare-se emocional e psicologicamente. Nunca negligencie o preparo emocional e psicológico. Ao contrário do que muitos acreditam, um homem que se prepara apenas física e financeiramente é um homem fadado ao fracasso nos relacionamentos. Músculos podem lhe ajudar a atrair mulheres, mas não vão lhe ajudar a lidar com elas em momentos de crise. Ter dinheiro ajuda e torna as coisas mais fáceis, mas não servirá para nada se você for um homem emocionalmente frágil e estiver sendo vítima de manipulação. Portanto, desenvolva-se e evolua sempre. Leia as obras de Nessahan Alita.

Chegamos então ao fim da série "como ser respeitado". Devido ao sucesso dessa série no número de visitas que recebemos (praticamente dobrou as visitas ao blog) e número de cadastrados via email, estou estudando fazer uma segunda bateria de textos sobre o mesmo assunto, mas abordando outras situações que envolvem o respeito. Aguardem novidades.

Perdeu alguma parte da série?


Série "Como Ser Respeitado" 

Parte 1: Como ser respeitado pelos PAIS
Parte 2: Como ser respeitado pelos IRMÃOS
Parte 3: Como ser respeitado pelos PARENTES
Parte 4: Como ser respeitado no TRABALHO
Parte 5: Como ser respeitado na ESCOLA/FACULDADE
Parte 6: Como ser respeitado nos RELACIONAMENTOS

DICA: Inscreva-se e receba a próxima série de posts sem se preocupar.

Fique ligado! Cadastre-se e receba os próximos posts via e-mail. É grátis!

Número de emails cadastrados: fellow readers



Nesta parte 5 da série, entrarei com os dois pés no peito na desonra dentro da escola ou da faculdade. De forma resumida, segue abaixo o melhor de meu repertório viril sobre como lidar com professores desonrados, como vencer zuações, como lidar com vadias aproveitadoras, como lidar com o bullying e como falar em público.

Professores desonrados

Professores desonrados existem porque alunos desonrados existem ainda mais. Além disso, não é obrigação do professor ficar de camaradagem com aluno filho da puta que não se aplica. Eles não ganham o bastante para aturarem chopeiros imbecis, maconhados, esquerdistas, arruaceiros, etc. Sobre os professores que generalizam, é como acontece em toda a sociedade moderna: os bons e aplicados pagam pelos arruaceiros e vagabundos. Não há outra saída na faculdade a não ser ganhar a confiança dos professores por trabalhar muito e meter a real nos estudos, sem bajulações. Fracassados bajulam, honrados estudam.

Zuações

Para evitar zuações, perca a virgindade e saia de casa. Comece a responder as zuações e não tenha medo de se impor na faculdade. Adquira honra e aprenda a defendê-la. As relações sociais são egoístas, mesquinhas e gananciosas: se resumem a demonstrar seu valor a outros para obter os valores deles em troca. Portanto, se vc não descobre seus valores, se vc mesmo se acha um merda, não terá nada a oferecer e será invisível socialmente.

Bullying

O problema do bullying é quando você é afetado pelas lembranças, sofrendo com sentimentos de depressão, raiva e baixa auto-estima. Uma hora as pessoas crescem, saem da escola e canalizam suas frustrações pra uma atividade produtiva, superando o problema do bullying na infância e seguindo em frente. Na fase adulta o bullying não é mais um problema, embora de vez em quando possa surgir como uma lembrança ruim - e elas não podem ser apagadas, afinal você viveu essas lembranças. A mídia faz muito sensacionalismo em torno desse tema. Segundo a mídia, TODOS que sofreram bullying na infância se tornam adultos retraídos, depressivos e frustrados. Na realidade, muitos que sofreram bullying seriam pessoas normais se não existisse esse termo, mas por causa do alarde da mídia são induzidos a remexer o passado e criar problema onde não tem. A mídia trata vítimas de bullying como exceções, quando na verdade são a regra. A maioria das pessoas já sofreu algum tipo de bullying na vida, mas nem por isso fica chorando num canto e soltando bolas de catarro pelo nariz.

Sofrer bullying pode ser duro, mas em geral as agressões feitas por seus praticantes se resumem a brincadeiras ofensivas, apelidos e no máximo agressão física leve. Seus danos são apenas psicológicos. O que fizeram contigo durante a escola ou faculdade não é culpa tua, mas a maneira como você lida com isso sim. Você pode optar por superar essa fase ruim e seguir em frente. Ou talvez escolha ser um frouxo chorão que fica se martirizando por traumas passados e não faz nada pra mudar. Saber se desligar dos fatos ruins do passado e tocar a vida faz parte do processo de amadurecimento. Enquanto você não conseguir fazer isso, continuará sendo um frangote que mija nas calças e não um homem. 33 mineiros honrados ficaram mais dois meses presos numa mina, tostando a 40 graus celsius e se alimentando com mantimentos mínimos. Uma experiência infinitamente mais traumatizante que a tua, mas eles seguiram em frente. Por que você não pode fazer o mesmo?

Falar em público 

O segredo para falar em público é entender que todos ali são pessoas inseguras e normais como você. São pessoas que vão pra casa, comem e cagam, e que só estão ali pra se sentirem aliviadas de não serem você. As pessoas geralmente não possuem o esboço de seu discurso, portanto, mesmo que você pule palavras, frases ou fale coisas que não estão no esboço você pode disfarçar isso bastando estar calmo. Evite ficar treinando todo dia porque isso te deixará mais nervoso, já que tentará decorar tudo e na hora não terá espontaneidade se esquecer alguma palavra. Ao invés de se preocupar em fazer um roteiro e seguir fielmente, entenda e domine o assunto. Na hora fale o que der na telha. E lembre-se de que todos ali são normais que também se cagariam em falar em público, portanto você está na posição de coragem. Vá usando fraldas nos primeiros discursos para qualquer emergência.

Mulheres aproveitadoras

Um homem honrado e digno de respeito não se deixa atrapalhar pelas mulheres do ambiente de estudo. Se isso atrapalha o homem, é porque ele não consegue controlar o próprio pau e é controlado por ele. São caras assim que agem como desonrados comendo mulheres comprometidas ou se dedicando exclusivamente ao sexo ao invés de trabalhar e estudar, no final colocando a culpa na libido como se isso justificasse tudo. 

Um homem que não controla o próprio pau não pode ser chamado de homem. Ao invés de ficar esperando seu pau cair e definhar para ter controle sobre ele, discipline-o desde já por mais difícil que seja. Se você está na faculdade ou na escola para estudar, tocando a real firmemente em paspalhos que mexerem contigo e tentarem atrapalhar seus objetivos, você será respeitado. Se você está na faculdade ou na escola para ficar olhando bunda de mulher e sentado no fundão chupando seus amigos bullyers, vai continuar sendo um fracassado.

Alguns chegam ao cúmulo da desonra de aceitar apelidos no diminutivo das colegas de faculdade, numa tentativa de agradá-las e se inserirem socialmente. Elas adoram atribuir apelidinhos em otários, para afrouxá-los e poder ser escrota exigindo serviços e favores sem temer uma reação. Não aceite o diminutivo, e responda emails ou contatos em redes sociais sempre com seu nome completo e de forma profissional.

Na parte 6, finalizarei a série falando em como ser respeitado nos relacionamentos. Mulheres que chutam tua bunda, esposas arrogantes, namoradas cretinas, etc. Porque os bonzinhos são tão desrespeitados? Já que elas preferem os canalhas e parecem adorar um cafajeste, será que para ter respeito preciso agir como um deles? Fecharei a série respondendo essas perguntas.

DICA: Inscreva-se e receba cada post da série diretamente no seu email sem se preocupar.

Fique ligado! Cadastre-se e receba os próximos posts via e-mail. É grátis!


Número de emails cadastrados:
fellow readers


 
As leis trabalhistas, ao longo dos anos, foram aperfeiçoadas por e para privilegiar trabalhadores vagabundos em detrimento das empresas. Ainda há neste país a cultura inútil de que todo trabalhador é um escravo. O salário nunca está bom, o patrão nunca é legal o suficiente, as colegas de trabalho nunca são tão gostosas como nos seus sonhos, os clientes nunca são tão gentis. As coisas só são legais quando você está na merda e precisa de um emprego. A carga tributária para empresas é pesadíssima. As que não são microempresas ou optante pelo simples pagam 20% de INSS apenas na parte de empregador, fora outros impostos. É por isso que no Brasil hoje existe desemprego e ao mesmo tempo falta de profissionais competentes no mercado: é muito funcionário sanguessuga que só quer saber dos seus "deretchos" e "colocar a empresa no pau" e poucos caras que arregaçam as mangas pra trabalhar.

Porém, mesmo querendo trabalhar, muitas vezes precisamos lidar com colegas oportunistas, chefes imbecis ou colegas de trabalho gostosas que querem nos manipular. Vamos aprender então como contra atacar e conseguir o respeito de:

1. Colegas oportunistas

Seja na vida pessoal ou profissional, sempre existirão oportunistas querendo que você faça o trabalho deles com o rótulo do "trabalho em grupo" e da famosa "forcinha". Trabalhar em grupo significa que um competente fará todo trabalho enquanto os vagabundos atrapalham fazendo sugestões inúteis. A melhor forma de evitar isso e conseguir respeito é aceitar amigavelmente o pedido de ajuda, tornando o processo uma verdadeira tortura depois. Deixe claro que você não quer ajudar apenas com o trabalho fácil, mas com todas as implicações estratégicas porque você é um grande "trabalhador de equipe". Então, é só começar a "questionar" irritantemente todo o projeto.

Este método também funciona bem em casa. Para ilustrar: se você for casado e sua esposa pedir pra você mover o sofá para o outro canto da sala, aceite bondosamente. Então, comece a questionar primeiro se realmente é necessário ter um sofá. Passe seu dedo nas frestras e diga que não seria má ideia uma aspirada no sofá de vez enquando, e que a limpeza na parte inferior está a desejar, que o sofá está depreciado pelo desgaste e ação do tempo, e que vocês estão perdendo dinheiro pois o sofá está apodrecendo pela falta de cuidado. Tente manter aproximadamente 10 minutos de debate para cada minuto de ajuda.

Depois de pouco tempo, sua esposa ou seu colega de trabalho irá aprender que pedir um favor seu é um verdadeiro convite para a tortura psicológica. E o melhor de tudo é que você continuará será visto como alguém "prestativo" e "de equipe".

2. Chefes


Para saber se o seu chefe lhe respeita, faça o teste abaixo:

Situação: Você entra na sala do seu chefe para fazer-lhe uma pergunta, mas ele está ao telefone.

Possíveis reações:

- Se ele cumprimentá-lo assim que você entrar, pedir desculpas à pessoa que está com ele ao telefone e terminar imediatamente a ligação, então... você é muito respeitado.

- Se ele lhe der o sinal de "só um minutinho" e finalizar a conversa ao telefone com muita educação enquanto você espera, então... você é respeitado.

- Se ele pedir sua caneta emprestada, atirá-la pela janela e, quando você a tiver recuperado perceber que a porta foi fechada e trancada, então... você não é respeitado.

Se você não é respeitado pelo seu chefe, não se desespere. Isso é algo absolutamente normal. Se os bicho-preguiça tivessem uma dança, ela iria parecer exatamente com você e seu chefe tendo uma discussão sobre objetivos. Seu chefe quer obter de você o máximo de trabalho possível enquanto lhe nega uma vida saudável e sua razão de viver, para que ele desfrute dessas coisas no seu lugar. Em contraste com isso, você quer tarefas que podem ser feitas por um esquilo em coma. 

O que fazer

- Faça sua obrigação: trabalhe, cumpra prazos, não deixe acumular muito serviço. Não entre na onda dos seus colegas vagabundos que nunca fazem porra nenhuma a não ser secar a garrafa de café e falar sobre bundas.

- Passe uma boa imagem: procure bater o cartão 5 minutos antes ou alguns minutos depois do horário. E lembre-se: quem anda com papéis na mão pelos corredores dá a impressão de ser alguém ocupado. Quem anda com um jornal embaixo do braço dá a impressão de que está indo cagar.

- Tenha a razão do seu lado. Esteja com o serviço em dia ou tenha na ponta da língua o andamento do seu projeto.

- Trabalhar bem não significa bancar o jumento de carga, ninguém aqui é hipócrita para dizer que trabalha a todo vapor o expediente todo. Se for pego de bobeira pelo chefe, fique tranquilo pois existe uma boa desculpa para tudo. Por exemplo, se divertir com jogos em flash no computador pode ser rotulado como "aprendendo a usar um novo software multimídia, economizando muitos reais em treinamento". Ler meu blog durante o expediente pode ser rotulado como "estou tendo um insight de novas ideias e recebendo um positive feedback que vai agregar muito know-how à empresa". Não use desculpas imbecis como "estou descansando os olhos", "cheguei atrasado pois minha tia está doente e fiquei cuidando dela a noite", etc. Seja criativo e inteligente. E certifique-se de cumprir todas as suas tarefas e obrigações, não fique dando desculpa toda hora e procrastinando tudo feito um vagabundo.

- Para ajudar a sua identificação com seu chefe, memorize as seguintes palavras e tente inserí-las o máximo possível em suas frases: "aplicações, demanda, know-how, business, desafio, gestão, feedback, compatível, competitivo, contribuição, custo-benefício, redução de custos, disponibilidade, viabilidade, dia-a-dia, eficiência, engajamento, metas, e-commerce, interface, software, soluções, atenciosamente, proativo, paralelo, colaborador, padronização, liderança, oportunidade, paradigmas, qualidade, trabalho de equipe". Como todo chefe e gerente se atrai por essas palavras inúteis, vai se identificar subliminarmente com você.

- Existe uma pesquisa que provou que macacos se sentem mais atraídos a outros que reproduzem os mesmos sons e grunhidos pré-históricos. Você também pode trocar algumas palavras por sinônimos corporativos bizarros para parecer mais integrado com seu chefe, por exemplo: trocar a palavra negócio por business, conhecimento por know-how, programa por software, comércio eletrônico ou site de vendas por e-commerce, resposta por feedback, andamento por status, etc. Se usar bastante palavras inúteis, talvez até consiga uma promoção para a jaula da gerência. Recomendo o filme "Office Space" ("Como Enlouquecer seu Chefe" no Brasil), que exemplifica bem esse processo de "identificação".

O que não fazer

- Conversas inúteis: não fique de papo furado falando sobre quem tomou no rabo no paredão ou saiu na última Fazenda. Poucas coisas irritam mais um chefe do que risadas, falatório e descontração. Se os funcionários estão felizes, é porque não estão trabalhando e sendo explorados o suficiente.

- Bancar o sindicalista imbecil: ninguém gosta de funcionários idiotas que fazem questão de 1 real e todo dia falam em "vou procurar meus deretchos". Se não está contente, faça um favor a si mesmo e caia fora, não existe mais escravidão. Seus direitos são assegurados por lei e mesmo depois da dispensa você tem 2 anos para acionar a empresa, então relaxe e PARE de brigar com chefes e gerentes todo o dia por causa de 15 centavos que ficou faltando na passagem. Não existe nada mais ridículo e desonrado do que um cretino ou cretina que fica o dia todo reclamando de como vive "preso" na empresa e sendo "escravizado", como ele(a) fosse obrigado a estar ali. Não quer trabalhar? Vá pra casa coçar o saco. 

3. Colegas gostosas

Lema do homem bem sucedido no trabalho: "onde se ganha o pão, não se come a carne". Nunca se relacione com gostosas dentro do local de trabalho. Não faça qualquer contato além do profissional dentro do departamento. Se quiser encontrá-la fora dele, tudo bem. Tenha testemunhas.

Muitas mulheres usam o fato de serem gostosas para manipular paspalhos e conseguirem favores gratuitos no trabalho. Quando rejeitamos prestar algum desses favores, ficam nervosas e querem armar barraco. A questão não é o favor, mas o ego ferido por ver que não teve nenhum poder de encanto sobre vc. Muitas mulheres acham que só por terem nascido com uma vagina devem ser idolatradas e ter vários ao seu redor lambendo o borrão de merda da calcinha delas. Isso é mais uma prova de como as mulheres não são tão santinhas, resolvidas e fodonas como as feministas dizem. São mais dependentes das ações e reações do homem do que elas imaginam. Muitas vezes, os superiores e colegas acabam ficando do lado dela e contra você. Isso é o que se acontece quando vc tem um inimigo mais influente que vc na empresa. Mas não esquente. Contra-ataque com frieza (não demonstre nervosismo ou sentimento de culpa) e tocando a real no trabalho, sendo ainda mais competente. A razão está do seu lado, não a perca.

Na parte 5 da série, entrarei com os dois pés no peito na desonra dentro da escola ou da faculdade. Como lidar com imbecis do fundão que ficam te tirando, como lidar com vadias que zoam com introvertidos, como conseguir o respeito de professores desonrados, como passar confiança nas exibições públicas, etc.

DICA: Inscreva-se e receba cada post da série diretamente no seu email sem se preocupar.

Fique ligado! Cadastre-se e receba os próximos posts via e-mail. É grátis!


Número de emails cadastrados:
fellow readers



Tias barraqueiras que te zoam, cunhados vagabundos, primos cafajestes, primas piriguetes, sogras que te olham com desconfiança, etc. Todo mundo tem problemas com parentes.

Antes de começar com minhas dicas de relacionamento, citarei o principal fator  que fará você ser respeitado por qualquer parente:
"DINHEIRO"

Sim. A forma mais instantânea de conseguir respeito de seus parentes é ter dinheiro. Isso porque o sonho de 99% dos brasileiros é mamar nas tetas de algum parente ricaço que tenha casa com piscina. Se você tem dinheiro e sabe administrá-lo, será sempre respeitado e terá suas bolas massageadas por todos os seus parentes.

Parentes bem sucedidos são praticamente idolatrados, não importando o resto, especialmente se possuem casas de campo, casas de praia, fazendas ou morem numa cidade turística com todas as mordomias. Podem ser feios, carecas, ladrões, extorsores, barrigudos, desleixados, preguiçosos, cretinos, mas se tiverem dinheiro e de vez em quando abanarem o rosto dos parentes com um punhado de notas de 100, serão sempre admirados.

Caso você ainda não esteja rico, então precisará de algumas dicas. Esqueça tudo o que a Ana Maria Braga disse sobre "compreensão familiar" se ligue nas minhas dicas viris para conseguir respeito de:

1. Tias barraqueiras

Tias barraqueiras são um pé no saco. Querem opinar em tudo, dão pitacos na sua vida, se intrometem em assuntos íntimos e pessoais, ficam enchendo o saco perguntando quando é que você vai namorar e casar, etc. São altamente ameaçadoras à sua paz se não souber lidar com elas. Vamos as dicas: 

O que fazer

- Bater de frente: o ideal nesses casos é ignorar (sair do ambiente imediamente) ou devolver na mesma moeda (use o humor para evitar represálias), por exemplo perguntando algo sobre os relacionamentos fracassados delas. Isso é fácil pois a vida dessas velhacas intrometidas é uma verdadeira espiral de depressão, casos amorosos fracassados e monotonia.

- Falar alto: Já notou como essas tias paspalhonas costumam falar alto? Isso é uma das mais antigas táticas de intimidação. Fale alto também para dar mais importância ao que você diz e mostrar, subliminarmente, que você é não é um bundão que vai aceitar suas tias falando merda o tempo todo.

- Parecer bem-resolvido: como a maioria das nossas tias não possuem vida própria, estão sempre procurando oportunidades para salvar a vida dos outros e dar algum significado à existência delas. Algumas são metidas a casamenteiras, outras são metidas a psicólogas, outras a humoristas, outras a astrólogas, etc. Portanto, a melhor maneira de ser respeitado e não ser aporrinhado por elas é parecer bem resolvido. Quando falar com elas (brevemente, não se esqueça), sempre conte vantagem e diga que sua vida está mais do que perfeita. 

O que não fazer

- Tentar responder às perguntas maliciosas delas. No máximo, responda sarcasticamente e de maneira breve. Até mesmo um louco sabe que louco é aquele que leva o louco a sério (leia denovo até entender, eu espero).

- Tentar a conciliação. Não tente entender suas tias e colocá-las num divã. Acredite, elas são incompreensíveis.

- Lamentar-se, desabafar, falar sobre seus problemas, etc: nunca, jamais, em hipótese alguma fale de seus problemas com suas tias ou deixe que parentes muito próximos delas saibam de suas fraquezas.

2. Cunhados vagabundos


Casar-se ou "juntar" com uma mulher que tenha um irmão vagabundo é um convite ao caos e desrespeito. Quando for avaliar se vale a pena namorar com uma mulher, esqueça um pouco os critérios "peito, rosto e bunda" e dê mais importância ao critério "irmãos homens". A maioria das mulheres acham os irmãos vagabundos "coitadinhos" e querem ajudá-los. Ás suas custas, é claro. 

O que fazer

- Marcar seu território: a lei da natureza rege que só há espaço para um macho dominante por território. Por isso, certifique-se de que apenas você tem o direito de "mijar nos móveis" em sua casa. Não fique se preocupando em agradar seus cunhados e fazer concessões. Negue privilégios e não permita vagabundagens. Exerça sempre o direito de escolher os programas e escolher os horários da família. Se fraquejar, seu cunhado tomará conta da sua casa e você será desrespeitado.

- Ajude da maneira certa: se você é influente no emprego, é empresário ou tem dinheiro, sempre vai aparecer a obrigação de "ajudar" um cunhado na pior. A melhor forma de ajudar e ser respeitado nesses casos é dar trabalho. Ofereça ajuda e orientação para ele arrumar emprego, de preferência na empresa do seu concorrente. Dê preferência também a encaixá-lo num emprego de maior carga horária ou que ele fique o mais longe possível da sua família. Astronauta, contrabandista ou motorista rodoviário são boas opções. 

O que não fazer

- Dar esmolas: nunca dê esmolas, mais conhecidas como "ajudinhas", para seus cunhados marmanjos, barbados e saudáveis. Se sua mulher estiver torrando seu saco, meta a real nela e diga que dará a quantia apenas se ele pintar o seu muro, carpir seu terreno ou prestar algum serviço que você estiver precisando. Caso ele recuse, esqueça. Grana fácil, jamais. E acredite: se der a "ajudinha" uma vez, vira direito adquirido.

3. Primos cafajestes e primas piriguetes

Primos são legais, o problema é quando eles resolvem encarnar o estilo vida-loka: "cafajeste" no caso dos homens ou "piriguete" no caso das mulheres. Obviamente eles tentarão lhe puxar, o que é um grande risco de lançar seu respeito por água abaixo. 

O que fazer:

- Bancar o "fodão": primos cafajestes e primas piriguetes sempre acham que estão no topo, vivendo intensamente enquando todos os outros primos "normais" são um bando de fracassados de vida monótona. Quebre essa impressão bancando o fodão em encontros familiares e aparentando sempre estar muito bem resolvido.

- Assumir a liderança: trocar o funk e músicas vida-loka por alguma música decente (e divertida, para ganhar a confiança dos outros "normais"), organizar as festas e na surdina cortar as sacanagens e putarias, envolver os outros primos "normais" em diversões e deixá-los como peixe fora d'agua, tudo que puder fazer para cortar o barato de seus primos sutilmente e sem parecer um babaca, faça. 

O que não fazer:

- Bancar o "pai": assumir a liderança não significa proibir algo como se fosse o pai deles. Seu objetivo é ser respeitado e evitar que eles montem nas suas costas, e não trocar as fraldas dos filhos dos outros.

- Bancar o dedo-duro: cague e ande para o que seus primos fazem fora de sua alçada e que não tem interferência com sua vida. Contar aos pais deles não vai resolver merda nenhuma. Lembrem-se, eles não respeitam os próprios pais, quanto mais um primo dedo-duro que acha que pode convertê-los a normalidade.

- "Andar" com eles: seus primos cafajestes são livres para escolherem seus próprios programas, mas você não é obrigado a acompanhá-los. Não seja um bundão que vai a lugares que não curte e que podem prejudicá-lo só para "agradá-los". Rachas ilegais, bailes funk com direito a marginais e criminosos, micaretas self-service de DST, juntar-se a grupinhos de pitboys de balada para arrumar confusão e espancamentos, tudo isso é programa de zé mané e imbecil.

4.  Sogras que te olham com desconfiança


A não ser que você se enquadre no fator mágico de respeito (dinheiro e mais dinheiro), ou que seja o marido que ela não teve, sua sogra sempre terá um pé atrás com você. 

O que fazer:

- Seja ativo: sogras sempre pegam no pé de genros vagabundos. Por isso, arrume várias atividades que você curte e esteja sempre ocupado. Lembre-se: a questão aqui não é deixar de se divertir, mas em não ficar de bobeira sem ter nada pra fazer. Vá pra academia, vá dar um mergulho na praia, vá mexer no carro, vá jogar futebol, mas evite dar a impressão de que não tem nada pra fazer a maior parte do tempo.

- Conte vantagem para sua mulher e esconda fraquezas: a maioria das mulheres são um canal direto com suas mães. Por mais que sua namorada ou esposa negue, em geral não há segredos entre mãe e filha, ainda mais se sua sogra for aquela do tipo intrometida que fica perguntando todos os detalhes para a filha. Por isso, sempre conte vantagens. Por exemplo, quando estiver lendo meu blog, diga que está trabalhando. Não há problema algum em ocultar coisas de sua namorada ou esposa. Só paspalhos que flertam com uma vida no inferno gostam de expor todas as suas fraquezas.

- Diminua o tempo juntos: arrume trabalhos extras para períodos em que sua sogra estiver por perto. Sejam reais ou fictícios, esses "trabalhos" lhe garantirão algumas horas extras de paz.

- Corte as asas de sua mulher: se você for um desses namoradinhos ou maridinhos bundões, sua mulher não vai te respeitar e sua sogra muito menos. Lembre-se, a melhor forma de ser respeitado pela sogra é ser respeitado pela sua mulher. Se sua mulher não lhe respeita, esqueça e consiga o respeito dela primeiro.

O que não fazer:

- Bajular: não há nada mais ridículo que homem bajulador de mulher (a única coisa mais ridícula que veio em minha mente foi um homem bajulador de mulher vestido com roupa de balé no gelo, mas enfim...). Bajular é mendigar, e mendigar com mulher não funciona, seja ela uma vadiazinha peguete da esquina, sua namorada, sua esposa ou sua sogra. Deixe que sua sogra lhe bajule, e não o contrário.

- Ceder: deixar que sua sogra "mije nos móveis" da sua casa ou vista as suas calças é um péssimo negócio. Não ceder e bater o pé (sem discutir) é uma forma de mostrar força e conseguir respeito. Mescle isso com algumas concessões ocasionais para não parecer radical e terá seu respeito.

- Ser radical: ser radical e procurar briga é um péssimo negócio. Evite discutir, evite bate-boca. Quando estiver de saco cheio, caia fora e vá beber num boteco mais próximo. Bater de frente com a sogra é equiparar suas forças com as dela, sendo que no seu território quem manda é você.

Na parte 4, explicarei como você deve agir no trabalho para ter respeito e não ser visto como um bunda-mole pelo chefe e pelos colegas. Dicas rápidas pra você mudar essa postura de fracassado e passar uma imagem melhor e mais competitiva dentro da empresa. Como fazer valer seus direitos sem bancar o sindicalista fanático que deseja a morte do patrão? Veremos no próximo post.

DICA: Inscreva-se e receba cada post da série diretamente no seu email sem se preocupar.

Fique ligado! Cadastre-se e receba os próximos posts via e-mail. É grátis!


Número de emails cadastrados:
fellow readers

Você gostaria de ler mais sobre: